Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cenas de gaja

21
Mar07

Sissi Responde - A Língua

sissi
Cara Sissi,

descarreguei há uns meses da Internet grelame do mais fino recorte.

Quando pensava que sabia alguma coisa sobre sexo, eis que me cai esta pérola no lençol: mulher resolvida, sem preconceitos de qualquer espécie e tesuda como só ela.

Cedo encontrámos os nossos passos e a dança fluiu ao melhor ritmo.

Entre outras iguarias presenteou-me (e a ela por que o faz com muito gosto) com o melhor fellatio que um homem pode desejar. Uma técnica aparentemente simples mas totalmente revolucionária que não posso revelar já que a convenci a registar a patente.

Ora, estava eu ontem esparramado de perna aberta a receber tamanho regalo, entre uns ais, uns uis e um sorriso de orelha a orelha, quando vejo esta Deusa a passar as guaritas do tin e do tim.

Linguinha em riste, percorreu-me a zona lateral das pernas e o fim do bochechal para aterrar no meu buraco negro e ali ficar qual astro física em busca do Big Bang.

E encontrou-o.

Uma vez ultrapassado o desconforto inicial da humidade relativa neste espaço virgem e instado que fui a tocar e preparar o lançamento da minha Apollo 13, acabei por alegremente explodir. E que Big que foi o Bang, estimada princesa.

Jogando noutro campeonato desconhecia por completo a existência de tal buraco no contexto lúdico-recreativo, por isso, lhe pergunto: acha que passei para a divisão de honra?

Súbdito Devidamente Identificado


Estimado Súbdito,

que bela questão nos coloca. Da mesma forma que me parece que o meu caro teve a sorte de esbarrar com essa deusa electrónica, parece-me que à sua Afrodite também lhe saíu a sorte grande. E porquê? Porque não há nada que dê mais tesão do que um macho que se deixa percorrer sem que a sua condição de macho seja colocada em causa. Aliás, só uma masculinidade bem resolvida permite uma exploração da sexualidade individual e conjunta com a simplicidade que aqui me coloca.

E para os que aí virão de credo na boca e mão em riste pronta a socar esta argumentação, poupem-se. Neste palácio não entram traças nem o verdete do bolor. A novidade aceita-se e deseja-se. O desejo não tem género, preconceito ou identidade sexual. Só o corpo sabe aquilo que gosta. A cabeça só complica.

Como tal meu caro, e respondendo à sua questão, julgo que sim. Passou à divisão de honra com magna cum laude, distinção máxima dada apenas aos que sabem o que são e não se deixam intimidar com apriorismos e machismos de trazer por casa.

Disclaimer: Este consultório não é profissional, como imaginam. Aqui não se resolvem problemas, conversam-se. O que terá apenas a importância que cada um de nós lhe der. As questões serão respondidas por ordem de chegada, todas as quintas-feiras. Missivas para aqui: sissiresponde@yahoo.com

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D