Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cenas de gaja

16
Nov06

Sissi Responde - Magma

sissi
ola!

Gosto muito do teu blog, e já li o teu livro....mas tenho uma grande dúvida...já tive relações com dezenas de mulheres...e ainda nao percebi uma coisa...quando voçes nos fazem bons broches, e muitas vezes nao conseguimos controlar e vimo-nos, gostam ou nao do nosso esperma...isto é preferem engolir ou tirar a piça pa fora da boca e ejacular cá para fora??..ja apanhei dos dois tipos,mas gostava de saber qual era o mais normal...eu sinceramente prefiro quando me venho para dentro da boca e por lá continua....:P

beijinhos


Estimado Súbdito,

É uma questão muito pertinente e importante esta que foca.
Se me pergunta a minha opinião, não me passa pela cabeça fazer um broche sem que se venham na minha boca. Mas isso sou eu. Que gosto muito do acto e que o faço com um prazer e dedicação históricas. Que gosto de sentir as mudanças no falo de acordo com o seu grau de excitação e ser agraciada com o sumo divino.
Mas, para lhe ser franca, não conheço muitas mulheres que gostem. Julgo que essa escolha assenta em pressupostos e apriorismo em relação sexo como conjunto e não apenas em relação ao broche. Para muitas de nós, ter o piço do companheiro na boca implica uma relação estruturada e regular. Brochar é ter intimidade. Já eu acho que brochar é um prazer e vai daí é sempre que posso.
Depois há questão, incontornável, do sabor e textura, que afasta quem for mais sensível, sem que isso se prenda com mais nada que não com questões de pele.

Por outro lado, há muito macho que pensa que uma mulher que faz um broche é uma puta deslavada, vacarrona que só quer é foder. Já há por aí muito macho domesticado, mas tantos e tantos outros ainda pensam assim, o que condiciona a performance por parte do grelame.

Como em tudo Estimado Súbdito, o que interessa aqui é comunicar e saber ouvir, mesmo os sinais que não são verbalizados. Foder é, até certo ponto, estar atento. Se tiver dúvidas questione e questione-se. Pergunte à sua companheira se gosta e se quer. E depois enjoy!

Súbdito Devidamente Identificado


Disclaimer: Este consultório não é profissional, como imaginam. Aqui não se resolvem problemas, conversam-se. O que terá apenas a importância que cada um de nós lhe der. As questões serão respondidas por ordem de chegada, todas as quintas-feiras.

187 comentários

Comentar post

Pág. 1/19

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D