Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cenas de gaja

09
Nov06

Sissi Responde - O Dedo

sissi
Querida Sissi,

De há um ano a esta parte que ando sem princesa certa, antes muitas incertas.
Posso dizer que já antes tinha tido a minha dose de gajame e neste último ano tive quse uma overdose. Acontece que agora me sugiu algo de estranho no meu percurso de cama. Já tinha ouvido falar muito naquilo que os médicos chamam de dedo-no-cú. Sempre me fez um bocado confusão ter amigos que diziam que era a melhor coisa do mundo papar grelame mas com o talo no rabo. Sempre tive como certo
que que aquilo era o código postal para o abichananço. Assim, sempre que qualquer princesa se aproximava do real buraco era energicamente desincentivada a brincar com outra coisa qualquer. Até porque sempre me distraía e desconcentrava no que estava a fazer.Acontece que há pouco mais de um mês papei princesa de reinos estranjeiros que achava que a minha recusa em ser digitalmente enrabado era cena de macho
latino. Talvez para provar a minha sensibilidade de macho europeu modernaço, lá consenti que me entalasse o indicador enquanto, feito missionário, a convertia à minha religião. Resultado: acabei convertido à sua. Agora não quero outra coisa. Queca que é queca é com o dedinho no ilhós.

Pergunta: serei roto?

Súbdito devidamente identificado


Estimado Súbdito,

Tocou num ponto que há muito queria explorar. Desde já lhe digo que, quanto a mim, a resposta à sua pergunta é uma claro e redondo NÂO. E porquê? Porque o corpo é uma puta. É um instrumento democrático que possuímos que dá prazer independentemente do sexo da mão, ou nesta caso, do dedo. O esfincter idem. Acha que ele sabe quem o está a estimular? Claro que não. Quem sabe essas coisas todas e mais é a cabeça e essa, depois de tomada a decisão da foda, só deverá reagir na altura do preservativo. Em tudo o mais é perfeitamente desnecessária.

Orientação sexual e prazer sexual são duas coisas diferentes que podem ou não cruzar-se. Posso dizer que o melhor amante que passou pelos aposentos reais era muy macho e adorava que o meu vibrador lhe explorasse as cavidades anais durante a dança. Seria ele roto por causa disso? Não, nadinha, zero roto e mantêm-se «cosido» até hoje, o que prova que nem sempre há nexo de causalidade entre o prazer e a orientação.

Para terminar, deixe-me que lhe diga que, ao contrário do que possa pensar, só lhe ficam bem esses sentimentos, ou seja, a mim, se um tipo me fizesse a vontade nessa área só subia pontos na minha consideração. Provaria que é um macho resolvido, ciente da sua sexualidade e não há nada mais atraente que isso.

Cumps

Disclaimer: Este consultório não é profissional, como imaginam. Aqui não se resolvem problemas, conversam-se. O que terá apenas a importância que cada um de nós lhe der. As questões serão respondidas por ordem de chegada, todas as quintas-feiras.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D