Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cenas de gaja

04
Set06

Vou ali a casa e já venho

sissi
Voltar a Lisboa de férias não significa apenas destilar pelas ruas do Bairro Alto ou depurar a pele à beira da piscina.

Voltar a Lisboa de férias não significa apenas praticar o câmbio e engrossar a facturação das HM´s e Zara´s.

Voltar a Lisboa de férias não significa apenas o riso, o chiste, a saudade e as histórias.

Voltar a Lisboa de férias significa sobretudo a percepção que enquanto o mundo gira lá fora alguma coisa ficou parada cá dentro. Significa ouvir músicas repassadas e dejá vue culturais apresentados com rótulos de novidade, relembrar contumélias e piropos ordinários que julgávamos já esquecidos, ideias e preconceitos que tresandam a naftalina e formol, embrulhados numa tolerância falsa, paliando o atraso.

Escrevo este post sentada num banco no Largo do Carmo, lugar historicamente ligado a grande ruminações, excitações, revoluções e esperança. Atrás de mim três bêbados cantam e divertem os turistas que ainda enchem Lisboa. É ridículo. Neste quadrado à sombra das esplanadas que o invadem, os tristes dão um espectáculo patético. Somos os palhacitos da Europa...

Valha-nos o bom tempo...

0 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D