Quarta-feira, 2 de Novembro de 2005
Frase do fim de semana
Duas mulheres à conversa numa noite de chuva, à porta do Bicaense:

sissi - os homens acham-se o máximo mas acabam por se expôr tantas vezes ao ridículo com as suas regrazinhas de merda...
amiga - é verdade... e já reparaste na cara deles quando engolimos? Ficam tão agradecidos...


publicado por sissi às 18:21 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De sissi a 2 de Novembro de 2005 às 17:08
Orelhas,
o mesmo se passa deste lado. Há praí muito gajo que se recusa a fazer minetes, bons ou maus, simplesmente não o fazem. Há lá coisa mais triste?


De Portuga a 2 de Novembro de 2005 às 17:33
A fascinação pelo engolir... olha, não sei, talvez um sentimento subconsciente de dominação? Ou algo ancestral... quer dizer, com algumas décadas, em que as "senhoras esposas" não tinham ou não era suposto terem prazer na cama e fazê-las engolir era algo humilhante? Porque vemos muitos filmes porno? Para termos a certeza de que não deitam a nossa herança genética fora? Porque somos altruístas e gostamos de contribuir para a alimentação das nossas parceiras sexuais? Sinceramente não sei. Talvez Freud tivesse alguma coisa a dizer acerca do assunto.


De sissi a 2 de Novembro de 2005 às 17:41
Tuga,
em metendo sexo, Freud tem sp uma palavra a dizer. Mas poderei depreender das tuas palavras, que na questão do poder e da dominação, para os homens, engolir é como agarrar na cabeça da mulher dte o broche e guiá-la qual volante da playstation? (isto de voltar ao trabalho depois de um fds grande tem destes dislates...)


De Bock a 2 de Novembro de 2005 às 18:12
Ah, grande Sissi, pá!

E não sei o que te diga.
Cá pela parte que me toca, tenho a dizer que realmente, o pior de tudo é aquele ar de ai credo, deixa lá ver se não apanho com aquela cena peganhenta... assim tipo com uma mão no burro e outra no cigano, lá em cima, mas de pé atrás...
Tem de haver entrega.
Lá depois o que é que acontece naqueles nano-segundos (ou deveria antes dizer mamo-segundo?), é o menos...


De milomanara a 2 de Novembro de 2005 às 18:28
Sissi, todos os homens leitores estão de acordo, não há fascínio pelo engolir. Francamente, não há. E fala-te um obcecado por broches.

O engolir é, de facto, um pormenor sem importância. Importante, sim, é um gajo vir-se dentro da boca dela, não sendo a gaita de repente exposta ao frio e à dureza do mundo exterior. É não ver uma cara de desagrado quando atingimos o orgasmo. Agora, se engolem tudo, metade, se se babam ou fazem bolhinhas, eh pá, é mesmo indiferente...

Aliás, tive em tempos uma parceira que fazia questão em fazer sempre um trabalho limpinho, sem deixar nem uma gotinha, e era eu quem lhe pedia às vezes, para variar, para não engolir tudo!


De Rosebud a 2 de Novembro de 2005 às 19:14
Pois, do q me foi dado saber até ao momento a coisa vai no sentido em q fala o milo, o prazer do gajo está realmente em poder vir-se na nossa boca, o resto é o resto é o resto, como dizem por aqui ;) O resto, imagino, será a cereja no topo do bolo, o toque final, aquele roçar de perversidade q pode ser profundamente estimulante, tanto p eles como p nós, ou pelo menos p mim. Esse "resto" só será sujo qd tudo o demais tb o for, pq o sexo é assim p mta gente, rasteiro, feio, cheio de culpas q acabam sendo projectadas em todos os momentos. Se o sexo for vivido com entrega e sem limites além dos da vontade e daquilo q nos faça sentir bem a cada momento, esse "resto" assume a forma daquela perversidade refinada q torna tudo mais colorido e interessante, e q tanto pode estar no engolir como em algo tão simples como um olhar ou um cruzar de pernas ou um roçar de pele nos momentos menos previsíveis. Acredito q para muitos homens poder vir-se na boca do/da parceiro/a possa tb ser um jogo de poder, mas prefiro acreditar q o sexo oral esteja cada vez mais a ser vivido e encarado como uma experiência a dois na total acepção da ideia e não como um momento de submissão da mulher. Não me canso de citar a fabulosa Samantha de O sexo e a Cidade: podemos estar de joelhos mas têmo-los pelos tomates lololol Não, mas a sério, está na hora de aceitarmos q aquilo q durante eternidades se convencionou ser um espaço do prazer masculino pode, na verdade, ser tb espaço do prazer feminino. As meninas de família q não fazem "coisas feias" nunca foram reais - e se o foram, então isso é q é perverso e anti-natura! Chega de nos sentirmos culpadas e de aceitarmos q nos façam sentir assim pq tb temos prazer não convencionado ;)


De Orelhas Quentes a 3 de Novembro de 2005 às 09:33
Cá por mim diria que a Rosebud acertou na mouche. A questão não esta no que se faz o não se faz. Se um casal fizer sexo uma vez de seis em seis meses (dasse), sempre da mesma forma, e mesmo assim se sinta bem com a sua sexualidade, qual é o problema?

Ter uma vida sexual equilibrada, não significa quantidade, dem variedade. Significa que nos sentimos bem com o que fazemos, e que temos prazer na forma como o fazemos.

Se o homem tem prazer em que a parceira engula, e a mulher tem prazer em faze-lo, seja pelo próprio prazer ou por gostar de esse prazer ao parceiro, então que seja. Agora, se para ela isso é feito a contragosto, para o parceiro também não será grande prazer.


De Portuga a 3 de Novembro de 2005 às 09:34
"Mas poderei depreender das tuas palavras, que na questão do poder e da dominação, para os homens, engolir é como agarrar na cabeça da mulher dte o broche e guiá-la qual volante da playstation?"

Não, Sissi, não podes.


De sissi a 3 de Novembro de 2005 às 09:59
Homens deste blog,
a ver pela parca amostra quantitativa, porém de elevado teor qualitativo, fico com a ideia que engulamos ou não, o que interessa é que haja prazer no trabalho. Fico contente por saber isso. A sexualidade saudável é aquela com que nos sentimos bem, independentemente dos padrões alheios.
Point taken! Let´s move on.


De Anonymous a 3 de Novembro de 2005 às 12:39
A questão passa pelo prazer em fazer a coisa, ou seja, no mamar.

Se a tipa, mesmo que seja boca quente, no final mostrar aquele esgar de nojo, de asco, na deixo de ter prazer, mas fica algo "castrado", incompleto. Por vezes, além de toda a graça perdida, também dói.

Ora, se há a sorte e privilégio em encontrar uma parceira que engula e que o goste de fazer, entramos numa zona paradisíaca. Isto porque se ela gosta, faz questão de proporcionar tal momento de prazer, ela também puxa por nós, incrementa e intensifica a sensação de prazer e bem-estar. A gratificação é multiplicada várias vezes. É muito bom.... :))

Porquê tanta questão é vir-se na boca? Apesar de tudo, por muito que me custe, isso passa pela questão da dominação. Seja em que situação for, estamos sempre a contemplar o acto directamente, numa perspectiva superior. Mas essa é também uma falsa questão, pois elas sabem bem que engolindo agarram forte um tipo...

O engolir também faz parte da confiança entre o casal, da entrega e respeito. Penso eu de que...

Mas fico espantado com as senhoras que aqui participaram assumirem quase todas que engolem e que isso lhes dá prazer. Porra tenho que refinar a mira, pois só me têm aparecido "púdicas"...

Explícito


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge