Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cenas de gaja

03
Set08

«Ah, mas isso é porque és gaja»

sissi

Existem várias falácias sociais que o tempo se encarregou de mostrar no seu mais belo esplendor obsoleto. A minha favorita é a de que as mulheres fodem mais que os homens porque, simplesmente, são mulheres e essa condição torna tudo mais fácil.

 

Ora, desde logo uma questão me assola o espírito de criança curiosa: com quem fodem as mulheres? Porque se fodem mais que os homens das duas uma: ou há poucos homens a foder à parva ou o fufedo tende a ser a cor da nova estação.

 

O que me enerva nesta mensagem subliminar é que o facto de ser mulher deglute e desgasta a individualidade de cada uma de nós. Se uma gaja fode em quantidades apreciáveis isso mostra, antes de mais, que tem tomates para isso. Porque ao contrário do que se pensa, foder muito não traz apenas uma cabaz de coisas boas. Muitas vezes, complica-nos a vida e baralha as sinapses. Posto isto, e a não ser que ela seja um knock-out e lhe caiam gajos aos pés assim que sai da garagem, se come gajos à bruta é porque se dá ao trabalho e isso é uma coisa que é exterior à condição feminina e parte integrante do que somos e queremos enquanto pessoas.

 

É óbvio que há detalhes que podemos atribuir como padrão de um sexo ou do outro. Mas achar que fodemos mais porque nos basta abrir as pernas é a mesma coisa que insistir que o Sporting é o maior só porque a sua cor é o verde. É estúpido, redutor e prova que a interacção social é mais intrincada do que parece. Nem os gajos são uns vendidos (infelizmente...) nem as gajas estão assim tão em alta. Somos muitas e muitas a querer foder, o que baixa o valor da oferta. Mas não baixa o valor do ensejo e da vontade de entabular. Para mim as coisas continuma clarinhas como água: se quero, vou e, regra geral, fodo. E isto acontece não porque sou mulher. Acontece porque me dou ao trabalho. E porque boa, claro.

 

 

02
Set08

Caça grossa

sissi

No que toca a escolher a caça grossa, eu prefiro animais de grande porte. Ou seja, gosto de homens fortes e com poder sobre a sua própria vida, embora repudie violentamente os filhos da puta e os bad boys. Percebo a atracção das gajas por esta espécie, mas idiotas não são para mim. Narcisos, auto-centrados, desprovidos de senso de partilha, são bons para levar para casa de muita gente mas não para o meu Palácio. No fundo, toda a gente gosta de uma boa palmada, seja no rabo, quando em êxtase, seja no ego, quando em estertor. Mas para que caralho quero um gajo que me que quer na medida em que eu o quero a ele? Foda-se, mais vale adoptar o onanismo como desporto nacional.

 

Gosto de homens com poder, claro, porque, à partida, são uma casta de gente inteligente, com rasgo e tomates. Claro que não falo do poder ao nível do Chefe da Repartição de Finanças. Falo dos que têm coragem para remar contra a maré quando o mais confortável seria navegar nas águas calmas do rio. E esses são, geralmente, mais velhos, o que aprecio.

 

Com o passar do tempo, e embora continue sensível à beleza exterior, há pequenos detalhes que me arrebatam e me dão mais tesão que uns bíceps trabalhados a teques de artista famoso. O talento, por exemplo, é um deles. Como control freak que sou, gosto das coisas que tendem naturalmente a apurar com o tempo, a melhorar, a dar mais prazer. Conforta-me a noção de que o futuro será ainda melhor. E será mesmo.

Pág. 2/2

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D