Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cenas de gaja

25
Jun08

Engate 101

sissi

E eis a razão pela qual não pego ninguém.

 

COMO ENGATAR UM GAJO DE UMA PENADA

 

Fácil. Facílimo. Vamos partir do princípio há uma atracção latente entre macho e fêmea, que um e outro já se olharam e cheiraram. A fêmea já decidiu que quer o macho. O macho vai pensar nisso quando chegar a casa do jogo de futebol.

 

A fêmea, expedita e com capacidade de elaborar e produzir em quantidades mais que apreciáveis, terá de munir-se de ofensivas técnico-tácticas, ao estilo Gabriel Alves, para caçar o macho, que nesta altura ainda não sabe o que lhe vai acontecer.

 

A primeira investida é importante. A fêmea tem que mostar ao macho que este se encaixa no seu dente canino, mas que, apesar de tudo, ela ainda não tem fome e portanto ele deve ficar atento que em breve ela lhe trará mais notícias a respeito. Uma coisa assim meio toca e foge. Estou aqui e já não estou. Olha para mim tão gira a dar-te bola e agora olha para mim a ir-me embora.

 

A segunda investida é ainda mais importante. Quando eles, uma semana depois, ainda estão a tentar perceber que tufão foi aquele que os despenteou, as fêmeas devem voltar à carga. Inventem uma manobra de diversão, vistam o vosso melhor fatinho domingueiro e ataquem. Um bocadinho de mamas é essencial. Mas não muito. Não vão querer correr o risco de caírem na gaveta do «boas para foder». O objectivo aqui é simples: vocês querem ter o autocolante do «queridinhas e boas para levar para casa». (depois se vão ou não é outra história, mas este rótulo é bom porque dá para foder e bazar ou para foder e ficar).

 

O ataque deve ser feito com cuidado. Devem dar SEMPRE aquele ar que é um misto de coquette com pessoa a precisar de ser salva, apontando, simultaneamente, ao lado paternal do macho e à sua respectiva piça. Tiro e queda. Sobretudo, se não se armarem em galifonas (como eu) eles não vão achar que vão ser comidos e relaxam.

 

Ora, quando eles já estiverem assim bem relaxadinhos, seguros portanto, quando estiverem prestes a convidar-vos para o próximo jantar em casa dos pais, vocês começam com dúvidas. Que está a ir muito depressa, que gostam dele mas calma, muita calminha, que foram feridas na última relação e tal e tal yada yada. Metem-lhe um travão e aguçam-lhe ainda mais a vontade.

 

MUITO IMPORTANTE: o sexo só deve passar-se lá para o quarto ou quinto encontro. Até aí já se enrolaram e apalparam e já lhes mostraram a bomba que são. Já desvendaram que são fogosas mas que não são fáceis. E que eles devem esperar.

 

Em suma grandes queridas, a chave é só uma: dar e tirar, esquerda e direita, sim e não. Todos os machos gostam de um puzzle embrulhado em boas curvas. Ou mesmo só boas curvas. Não exagerem na dose. Tenham calma, mostrem-se por um lado assertivas por outro frágeis. Deixem que eles pensem que a presa são vocês e que caçar é de macho. Deixem-nos pensar o que quiserem. Desde que o agir fique do vosso lado.

 

É tiro e queda. Mas é demasiado fácil. E aborrecido. E por isso não pego em ninguém.

 

36 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D