Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cenas de gaja

10
Jan08

Sissi Responde - A Secura

sissi

Querida Sissi,

Ando a seco.
Tinha uma vida sexual louca de tanto espectacular, corria tão bem, tão bem que decidimos ir viver juntos, o que aconteceu Sábado passado. A partir daí nada, nem uma quecazinha pequenina para celebrar a ocasião.

Ela diz que é do cansaço, do trabalho, da desarrumação na casa, da falta de depilação, da necessidade de se sentir bonita, enfim... tudo parece estar contra, mas a verdade é simplesmente, falta de vontade.

Se antes bastava exibir a minha excitação para haver festa, hoje, tenho uma relação complexa, com uma mulher extremamente sensível e que me deixa muito feliz, excepto esta pequena situação.

Tenho apelado para que a minha companheira reconheça o homem das cavernas que há em mim, e que eu sei que ela gosta, tenho implorado uma rapidinha mesmo muito rápida, mas de nada tem servido. Estou a pensar recorrer a um ultimo recurso, o jantar romântico à luz da lareira, e sim, ela vai perceber desde o inicio que eu estou é louco para lhe saltar em cima, não é grave pois não?!?!

O que hei-de fazer?!?!?! Espero que me possa ajudar.

Beijos de um admirador

 

Estimado Súbdito,

a Gaja não é um bicho intuitivo, porém, compensa com outras maravilhosas qualidades, nem sempre compreendidas como tal, mas cujos efeitos se fazem sentir.

É certo que gostamos mais de foder do que estamos dispostas a admitir, mas a nossa cadência está longe de igualar os apetites masculinos.

 

Nós não vamos lá com um pensamento libidinoso, um ventinho mais quente ou com a fantasia de uma queca com uma cabeleireira. Nós gostamos de foder allright, mas gostamos também de escorar a coisa num mínimo de romantismo ou de role play que nos sabe bem. Ou seja, tudo tem de estar perfeito. Gostamos de estar depiladas e com a lingerie a condizer, de ter a casa aprumada e o cabelo no sítio. É importante. E tudo isto contribui, em maior ou menor escala, para o sucesso da foda.

 

O Gajo é diferente. Foder é foder e o resto que se foda. Eu percebo e partilho. Mas quando se vive em dupla, quando acordamos todos os dias ao lado da mesma pessoa, a probabilidade de reunir sempre as condições necessárias à foda é nula. Aliás, é precisamente no innatendu, na queca não planeada que reside uma das forma de manutenção do sexo em casal.

 

Maneiras que é isto estimado Súbdito. Vá insistindo com calma, não esmoreça, mas perceba que nem sempre vale a pena inventar a roda.

 

After all, we can´t change the weather...or can we?

 

 

Disclaimer: Este consultório não é profissional, como imaginam. Aqui não se resolvem problemas, conversam-se. O que terá apenas a importância que cada um de nós lhe der. As questões serão respondidas por ordem de chegada, todas as quintas-feiras. Missivas para aqui: princesa-sissi@sapo.pt


 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D