Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cenas de gaja

26
Ago07

May we rest in peace...

sissi

Ter sucesso e ser feliz é uma combinação possível. Mas não em Portugal. Aqui neste jardim a arder, o quadro pode ser branco se tiver pontos negros, o céu pode ser azul se se vislumbrarem nuvens e um homem ou mulher podem ser bem sucedidos se tiverem uma doença de pele rara. Ou qualquer outro infortúnio que legitime e justifique os infortúnios dos outros. Em Portugal, alguém que reflicta e verbalize competência é um arrogante. Mas se passar a vida a queixar-se que a preguiça o assola leva uma palmadinha condescendente nas costas, como só sabem dar aqueles que estão de braços abertos à espera que os outros escorreguem. Nas mulheres então é hilário. Uma tipa que goste de se ver ao espelho e tenha o azar de o dizer é uma convencida de merda, ímpia que não merece viver. Mas se na autoscopia vier a lamúria o coro das velhas ecoará em uníssono e, obviamente, em concordância.

 

E depois dizem que Portugal é um país deprimido por causa da crise. Talvez. Da crise de generosidade. Parece que nesta ponta da Europa somos todos embutidos de uma invejazinha ranhosa, que aliena o sucesso e a felicidade - venham eles de onde vierem - e exulta o arranhão e a ferida. Podemos ter dinheiro desde que tenhamos uma saúde fraca ou alguém com quem partilhar a vida se os dobrões não nos pesarem no bolso. Aqui em Portugal, não se pode ter tudo. Só nos é permitido chegar onde quase todos os outros chegam. A lado nenhum.

 

PS. ocorreu.me escrever este post um dia depois da morte de Eduardo Prado Coelho. Em vida, não faltou quem lhe chamasse cabotino, sedutor barato, vendido, arrogante. Agora que morreu, era o maior intelectual da sua geração. É a isto que chamo autofagia.

15 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D