Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

cenas de gaja

31
Jan05

Corações ao Alto!

sissi
No sábado fui ao Santiago Alquimista ver os Corações de Atum. E gostei. Muito. Sábado marcou ainda a abertura da estação, da minha, já que o meu tempo de contenção e interiorização terminou, para dar lugar a um outro, mais festivaleiro, também ele mais consentâneo com as minhas sinapses emocionais.
De volta ao atum. O Lello Minsk é um tipo interessante. O Manuel João Vieira também. Às vezes gosto dos Irmãos Catita e dos Ena Pá 2000. Mas tenho a impressão que destes Corações vou gostar todos os dias. Tive pena que a varanda do Santiago não fosse mais baixa, mais intimista. Tal como me irritou que as pessoas não tivessem cuidado nem respeito por quem trabalhava em cima do palco e se ouvisse um ruído de fundo dispensável. De qualquer forma, adorei a ambiência jazzística do momento, mesmo que entrecortada pela rima emparelhada das letras de Manuel João Vieira (ou de «um professor de Santarém que se dedicava também ao Import-Export de sabonetes e agora está injustamente preso...»). Se fechasse os olhos por um momento, quase via ali um cantor romântico, um Tony de Matos deste século, por muito que Manuel João o tentasse abafar.
O Manuel João é um virtuoso. Consegue manter-se há anos num registo que se cola a uma minoria pouco quista num país onde o humor não abunda mas vigora a piadola. No meio das frases escatológicas há mensagens bonitas, mesmo quando a figura de Manuel João em palco nos tenta fazer acreditar que aquele não é o seu lugar, ou que é apenas um jeitoso a tentar ganhar a vida. Ele boicota-se, mas se calhar faz parte do «boneco».
Quanto à banda que o acompanha, mais séria, mais contida, achei-a genial. Os arranjos dados a alguns clássicos do jazz que tocaram, denotam um bom gosto e uma elegância que, francamente, não estava à espera de ouvir...Guitarra, contrabaixo, bateria, piano, e quando as imperiais e whiskies permitiam, um banjo ou trompete tocadas, ocasionalmente, pelo mestre Minsk.
Vou estar a tenta às marés deste pescado.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2008
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2007
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2006
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2005
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2004
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D