Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007
Pensamen(tesão) de Fim de Semana
Existem muitas diferenças entre homens e mulheres no que diz respeito às relações?

Existem pequenas, mas importantes, diferenças. Por exemplo, a importância dada ao sexo. É verdade que os homens querem mais sexo do que as mulheres. Um homem quer ter sexo duas a três vezes por semana, a mulher fica feliz com uma. Mas quando entrevistamos os casais apercebemo-nos de que os homens não precisam apenas disso. Eles até podem não ter relações sexuais tantas vezes, querem apenas sentir que a mulher os deseja. As mulheres dizem o mesmo. Mesmo nos casais que têm uma vida sexual boa e estão bem no seu relacionamento, o homem continua a querer mais sexo, mas esses casais encontram outras formas de lidar com a situação. Por exemplo, recorrem à masturbação ou têm relações mais rápidas, as rapidinhas.


Entrevista feita pela revista Sábado (desta semana) a John Gottman, psicólogo americano e diz que uma autoridade em casamentos.

Bom fim de semana! Enjoy!

publicado por sissi às 10:11 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De asdrubaltudobem a 12 de Janeiro de 2007 às 11:25
Acho um comentário muito redutor de qualquer maneira acho ue mesmo depois de muitos anos de casado tanto há lugar para uma boa rapidinha como para uma daquelas longas com direito a tudo o que é bom e à falta disso nada como uma boa sarapitola. (com que queremos como queremos e onde queremos)


De Tamagoxi a 12 de Janeiro de 2007 às 11:31
Princesa desculpe-me por ontem ter dito coisa que não estavam escritas mas deduzi o que eu escrevi
Nota : eu sai que deduzido posso estar a dizer falsas verdades por isso peço as minhas desculpas

Em relação ao Post de hoje esta frase diz todo --- apenas sentir que a mulher os deseja --- isso é muito importante para a minha pessoa ser desejado numa relação é a coisa mais importante
Para uma relação acontecer comigo eu tenho que sentir isso
Se não mais vale estar quietinho


De Xena a 12 de Janeiro de 2007 às 14:19
Boa tarde Pirncesa :)

Será que estou rodeada de casais "anormais", que ao fim de algum tempo de vida em comum as mulheres se queixam de falta de sexo ???
Ou será apenas no contexto português ?

Beijos & vénias


De Maria a 12 de Janeiro de 2007 às 18:09
O único comentário que posso fazer a este post é o mesmo que ontem fiz, simplesmente lhe digo que as suas respostas são bem melhores que as desses profissionais da treta Sissi.
A vida, essa é a única que nos dá o back eficaz para sabermos analisar com olhos de ver as situações, o resto é cultura geral que no caso desse senhor é curta, mas enfim está adequada ao país em que ele vive, com o presidente que o governa e com a porcaria que fazem no resto do mundo.
Cumps.


De Xena a 12 de Janeiro de 2007 às 15:55
Americanices,

Por acaso refiro-me a pessoas bastante interessantes e inteligentes que apenas não conpreendem porque é que os homens (claro que existem excepções) fodem que nem coelhos no início e depois com o tempo "murcham" ligeiramente.
O que se passa é que talvez falemos de mulheres que têm coragem de o assumir perante outras e não têm necessidade de fingir "casamentos perfeitos" ;)

Um bem haja.


De moon a 12 de Janeiro de 2007 às 16:43
por existirem realidades que fogem à norma padrão é que o mundo é tão diversificado. e por isso os resultados dos estudos têm a importância que têm. para mim, tudo depende das emoções, e essas ou são negativas ou positivas ou assim-assim.dependem de muitos factores, e no sexo e no casamento, como no sexo sem casamento, também não são lineares. sou casada, alias muitissimo bem casada, tenho uma cama óptima com tudo a que temos e não direito e nem por isso estamos sempre em perfeita sintonia. Porque somos pessoas e não máquinas. E já agora, longas ou rapidinhas, é tudo uma questão de vontades. muitas ou nenhumas.

passem um excelente fim-de-semana.
abraços, moon


De Patita a 12 de Janeiro de 2007 às 16:10
Boa tarde Sissi,

Concordo inteiramente com a Daniela, o casamento é feito de altos e baixos, fases calorosas e fases mais tépidas, tudo se partilha num casamento, incluindo um aspecto quanto a mim bastante positivo, que é estar ali o mais-que-tudo mesmo à mão de semear!

Em relação à necessidade biológica do homem ter uma maior necessidade de sexo, eu tb já levei um "hoje não, estou cansado", assim como já não me apeteceu a mim.
Mas acho que isso é normal certo??

Apesar de não ser oficialmente casada (vivo em pecado, o que me parece bastante "hot" e acreditem, se fizermos umas brincadeiras com a cena de ser em pecado sabe muito bem!), tenho a experiência de viver a dois e, sem dúvida que o desejo que se sente mutuamente e a atracção que não esmorece vale por 100 quecas...

pronto, por 25...


ok por 5.

Moral da história: fazer amor, dar umas quecas loucas, uma rapidinha, o que fôr, tem que ser feito com vontade, com tesão, e não pela obrigação de não pertencermos a estas estatísticas que para nada interessam e não são mais que valores médios.

Bjs e bom fds


De clea a 12 de Janeiro de 2007 às 20:24
Olá Princesa :)
Olá a todos :)

Ora, eu não dou nenhum valor a esses estudos que procuram explicar diferenças comportamentais entre homens e mulheres esquecendo os contextos sociais e culturais onde eles se desenvolvem. Por isso, subscrevo na íntegra o comentário de cariz sociológico do Nelson, que realça o facto irrefutável de que o homem e a mulher são animais sociais, o que significa que os seus comportamentos resultam da dialéctica que estabelecem com o meio envolvente.

Se alguém me entrevistasse e me perguntasse quais as minhas necessidades sexuais semanais teria muita dificuldade em responder, pois essas necessidades dependem de N factores. Há fases em que me apetece a toda a hora, outras nem por isso. Mas, nunca me passou pela cabeça que teriam que ser 2, 3 ou 4, 5 ou 20 vezes por semana. Não tenho uma quantidade estabelecida, um incomodo para o tal americano. Se fosse só eu, seria uma excepção. Mas não sou, conheço muitas pessoas que funcionam como eu.

Sissi, deve ser um estudo americano para americano devorar. Eles têm muito disso, como têm muito dinheirinho para gastar em investigação têm muitos estudos da treta.

Bom fim de semana para todos :)


De Mrs Jones a 12 de Janeiro de 2007 às 14:41
Eu cá tenho para mim que este senhor psicólogo há-de ser uma pessoa muito inteligente. Então não é que ele sozinho conseguiu descobrir que o que os homens querem é ser desejados?

Pois não é que até agora nunca ninguém se tinha apercebido que qualquer ser humano (seja qual fôr o género ou orientação sexual) aspira a ser desejado? Cum caraças!!

O único problema que eu encontro aqui é a amostra que o doutor utilizou para fazer os seus estudos. Ele diz que entrevistou casais. Eu estou cá desconfiada que ele não entrevistou ninguém que eu conheça. Fiquei com esta dúvida a matutar na cabeça e, no caminho para casa, resolvi fazer umas investigações por conta própria.

A tipa do bar onde eu tomo a bica, disse que não, que a ela ninguém lhe perguntou nada. Mas disse também que a única vez que ficou contente com uma por semana foi quando teve pneumonia e ficou internada de segunda a sábado e só teve alta no domingo.

A vizinha do 3º frente, que vai bem lançada para os oitenta, confidenciou-me que, por norma, conta sempre com duas: uma de Verão outra de Inverno. Mas também ninguém a entrevistou.

A mim, então, ainda bem que o doutor não me perguntou nada, porque devo ser ainda mais esquisita. É que para mim, tanto é normal uma semana com sete, ou com três, ou sem. Depende do estado de espírito, do estado de saúde, do estado do gajo, do estado do tempo...

Mas pronto, o homem é que é uma autoridade. Maneiras que eu devo ser uma tipa com problemas. Acho que vou procurar terapia.

Vénias à princesa e aos súbditos.


De Americanices a 12 de Janeiro de 2007 às 15:05
Com a licença da nossa Princesa Magnifica,

Concordo com a Daniela!

A "coisa" tem muitas variáveis para que possamos generalizar.

Xena,

Já agora...Essa da "falta de sexo" refere-se a quê? A quem não sabe insinuar-se perante o(a) parceiro(a)? A quem prefere viver na lamechice? A quem não sabe manter o interesse (nem tem ovários/tomates) para propor uma mudança nos hábitos?

E o "contexto português"? Tá tudo doido? Então e no contexto americano? Fodem no McDonnalds até morrer?

Sexo é bom! Quem se sente mal e não consegue resolver os seus problemas, pede ajuda profissional! Quem não tem dinheiro para recorrer à ajuda profissional, pode sempre pedir umas sugestões da Princesa e do seu Conselho de Sábias(os)!

Marciana, concordo consigo mas também não é necessário apregoar na Praça Pública os desejos de cada uma...Discrição e frontalidade, junto do objecto de desejo. É a minha proposta!

Post HORROROSO, tema actual!

Segundo ósculo pr'á Princesa!


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge