Quinta-feira, 23 de Novembro de 2006
Sissi Responde - A Primeira Vez
Caríssima Princesa!

Preciso urgentemente dos seus préstimos...

Tenho, assim como vossa excelência, umas maravilhosas 32 primaveras! Neste momento a minha vida deu uma grande reviravolta, a diversos níveis, mas o que me traz até si é o seguinte: terminei um namoro de 15 anos, não é um erro de escrita é mesmo 15! Por isso com uma simples conta de matemática pode facilmente concluir que comecei a namorar com 17!!!! Outra coisa ainda mais extraordinária, para mim é natural mas ao que parece para o comum dos adultos é coisa rara, é a quase ausência de traição (com uma leve excepção de uma troca de umas beijocas há uns 8 anos atrás mas penso que considerando a duração da relação me posso considerar uma heroína)

A grande duvida que me assola a mente, e me preocupa, é a seguinte:

Na minha última fase de solteira, adolescência, as coisas decorriam naturalmente da seguinte forma, conhecíamos um moçoilo que nos agradava, trocávamos olhares seguidos de umas boas beijocas e quanto muito pensaríamos se eventualmente iria haver ou não algo que se assemelhasse a uma relação sexual (passadas umas longas semanas, claro!), um esfreganço e pouco ou nada mais... (não iniciei a relação sendo virgem, não sou santa e namorisquei muito, mas uma mão chega e sobra para contar as vezes...)

Enfim agora não sei como me adaptar ao difícil mundo dos adultos!

Pois agora penso que o que deve suceder é pensar se deve haver sexo antes da troca das beijocas ou até mesmo antes da troca de olhares (caindo no exagero, claro!).

Meu Deus é assustador e tentador ao mesmo tempo...

Enfim tudo se há-de resolver naturalmente, assim o espero, mas uma palavra sua pode ser que ajude!

Súbdita Devidamente Identificada



Estimada Súbdita,

dúvida de grande pertinência a sua. De facto, saber se fodemos no primeiro encontro pode ser tão intrincado quanto o Teorema de Pitágoras. Mais uma vez, por mim falo: fodo no primeiro encontro se assim me apetecer e não «aborrecer» o parceiro. Mais do que todas as outras, esta é talvez a premissa que menos reporta a convenções porquanto depende exclusivamente da consciência de cada um.

O que lhe posso dizer Estimada Súbdita, é que depois de anos e anos e anos de fodame vário já me veio à rede machame com especificidades várias. Os que acham um crime de lesa majestade a foda prematura, os que batem palminhas e os indiferentes à coisa, que tambem os há. Como jogo limpo em tudo, não tenho paciência para pruridos mentirosos e pudices coquettes. Acho profundamente estúpido e uma pura perda de tempo.

Bottom line is: se ao fim do primeiro encontro com brinde o parceiro achar que sou uma puta porque fiz com ele o que ele quis fazer comigo a questão é simples: não é gajo para mim e volta à proveniência com a simplicidade e leveza de um mortal encarpado com dupla pirueta. Simplesmente, não o respeito e sem respeito não há mais nada.

Julgo que, mais do que encontrar o contexto certo, trata-se de encontrar a pessoa certa, seja para que relação for. E isso sim, não é fácil.

Súbdito Devidamente Identificado

Disclaimer: Este consultório não é profissional, como imaginam. Aqui não se resolvem problemas, conversam-se. O que terá apenas a importância que cada um de nós lhe der. As questões serão respondidas por ordem de chegada, todas as quintas-feiras.

publicado por sissi às 15:40 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Felina a 26 de Novembro de 2006 às 16:08
Cara subdita!
O tempo passou mas a sociedade ainda continua fechada, por isso o melhor será seguires os teus instintos, mas ires-te entregando aos poucos, para te resguardares um pouco.
Parabéns pela fidelidade numa relação tão duradoura.


De Sandra a 24 de Novembro de 2006 às 15:08
River,

Yeah! Ignorar, é o melhor!


De Framboesa a 24 de Novembro de 2006 às 14:53
:D grande Sandra!


De _It's ME_ a 24 de Novembro de 2006 às 14:41
Kerida Sandra,
Upa Upa.... assim é que é falar... Canzana, brelaitada, o que for, interessa é ser todo lá dentro... com o dedo, com a lingua ou com o piço.
Dá-lhes mulher.
Baci


De Stephen King a 24 de Novembro de 2006 às 14:32
Sair de uma redoma de tanto tempo e enfrentar o mundo pode de facto ser algo complicado. No entanto, e falo por experiencia própria, pode ser um dos períodos de vida mais interessantes que se pode imaginar. Os códigos são diferentes, e sobretudo a idade já permite outro discernimento perante as situações. As exigências subiram, e com elas, a capacidade de seleccionar as situações, e sobretudo, o fim dos melindres, das merdices, dos engonhanços que mais parecem uma qualquer espécie de barreira preliminar de defesa de uma suposta virtude. O que em meu ver, além de idiota, é hipócrita.
Compreendo que as pessoas possam levar tempo até se envolverem , mas isso é directamente proporcional à descoberta ou aquisição de interesse (sexual ou algo mais). Se esse interesse leva uma noite ou um mês a aparecer, depende das pessoas envolvidas. Se algum otário parte do principio que uma mulher, que até lhe interessa, perde qualidades por retribuir esse interesse logo à partida, então a pirueta encarpada é o melhor destino. Recomendo para esses moços as associações de manutenção da castidade, muito em voga (where else!??) nos EUA.
A verdade é que aos trinta, solteira, e com uma vida pela frente, as coisas podem sorrir muito, desde que a atitude seja a melhor, e que a curiosidade e o espirito crítico estejam sempre presentes. E claro está, depois de tanto tempo de unilateralidade, a multiplicidade pode ser um mundo a explorar.
A moralidade está sempre na forma como respeitamos as pessoas e o que sentem, nunca no que se faz em abstracto.
E uma ultima ideia. Aqueles que desenham a queca "rápida" ( não em duração mas em aparição) são normalmente tipos que se deixam intimidar por algo que lhes deveria ser perfeitamente natural. Que o sex drive não faz escolhas de género. E ainda bem, digo eu! :)

Beijinhos, Si. :)


De Observadora a 24 de Novembro de 2006 às 14:21
Sandra,

AHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAH

(obrigada pelo momento de humor)

Beijos (desculpem ocupar mais 1 espaço, mas gargalhei até as lagrimas)


De Sandra a 24 de Novembro de 2006 às 13:41
Sissi,

(vénia)


De Marciana a 24 de Novembro de 2006 às 14:04
Sandra és demais mulher ahahhahahaha. Beijoca


De Sandra a 24 de Novembro de 2006 às 14:12
Marciana,

É verdade, querida. Nada me dá mais tusa que os palavrões sórdidos a entremear com uma bela canzana, por exemplo. Ui!

Beijos


De Tamagoxi a 24 de Novembro de 2006 às 13:36
Eu esta noite passada sai com uma pessoa pela primeira vez e acabamos na cama
Mas antes de isso acontecer eu fiz questão de por todos os pontos nos i para não haver duvida de que não passava de uma noite
Para a minha pessoa com 33 já não me estou a ver a passar uma noite a dar beijinhos e a controlar a minha vontade sexual
E como homem eu nunca tive problema em ter uma relação seria com uma mulher que quando tem vontade de fazer sexo faz sai se preocupar com a sociedade estúpida que reprime as mulher


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge