Segunda-feira, 3 de Julho de 2006
Cena de Gajo
A esta altura do Campeonato, seria idiota, e sobretudo redundante, falar do poder futebol sobre as massas. Anónimas ou não, conheço muito pouca gente indiferente aos fenómeno, e fenómenos, originados por competições como a World Cup. Dinheiro, pessoas, empresas, contratos, Media, um circo gigante de palhaços pobres e ricos e, sobretudo, de muitos animais amestrados.

Porém, jogo à parte, há uma esfera em que o futebol é particularmente avatar. Aquela em que permite que os homens sejam homens. Em nenhum outro lado como nesta fase em que se encontra o campeonato, vemos tantos homens a chorar. Tristes, chorosos, abraçados, frustrados nos seus intentos de chegar mais longe, a permitirem o consolo dos seus pares num afecto puro. E porque é futebol, e porque o povo chora com eles, esse tipo de manifestações, outrora panascas, tornam-se, como por força das imagens e do amor pátrio ou clubístico, numa comoção pública. Até aqui tudo bem.

O que já faz menos sentido é que aos homens seja, desde cedo, ensinado que não devem chorar. Talvez por nascerem com o lado errado do cérebro, os sentimentos mais fracos são condenados. Sempre preocupados em mostrar-se viris, a sensibilidade masculina já viveu dias de melhor fama. Pobrezinhos, sempre preocupados em mostrar serviço na cartilha do seu próprio ego. Educados desde cedo ao voto da castidade afectiva, um homem não chora, não mostra afecto, não bufa, sequer, um gas meloso.

E claro que me vão dizer que não, e tal, que agora já não é assim, mas quantos de vós assume as suas tristezas de forma clara? Com que frequência partilham a intimidade com amigos? E não falo das fodas que mandam. Na realidade, com que frequência dizem aos amigos o que sentem por eles? Pois. Isso se calhar é cena de gaja...

publicado por sissi às 21:49 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De joao a 3 de Julho de 2006 às 22:17
Dona Sissi,
é cena de gaja mesmo, eu bem vejo com os meus descendentes. Ela e as amigas são horas e horas de intimidades, todas deitadas em cima umas das outras. Ele e os amigos, é lego, ps2 e carros, e distancia uns dos outros.


De ALEX(A) a 3 de Julho de 2006 às 22:51
Cara Sissi,já em 1980, Anais Nin escrevia o livro :"Em busca de um homem sensível"...
BJS.


De Bifido a 3 de Julho de 2006 às 23:01
tu és muito perspicaz... não te esqueças de levar isso pra cama :P


De St. J. a 3 de Julho de 2006 às 23:20
Cara Sissi,

Se pensa realmente assim, rendo-me ao que escreveu. Mas fico na dúvida sobre o sexo da cena. Afinal, é de gajo ou de gaja? Só sei que um homem leva muito tempo até conseguir ser um adulto com a Sua Sabedoria, Cara Princesa.

Sem ter a veleidade de incomodá-la com as minhas tristezas, não me importaria de chorar no seu regaço. Profundamente,
St.


De Senador a 4 de Julho de 2006 às 00:41
Cara Sissi,

Assumir as nossas tristezas publicamente vai contra tudo aquilo que nos foi transmitido. Não falo apenas da expressão "um homem não chora" mas também da ideia que um homem é como um pilar, não pode ceder nem com todo o peso do mundo em cima. Não me excluo desta tendência com uma única excepção: a morte de pessoas queridas.
Deixar transparecer a nossa sensiblidade não é coisa de gaja mas sim de alguém a quem é "permitido" socialmente expressar-se na totalidade os seus sentimentos. A coisa está a evoluir mas como em todas as (r)evoluções sociais o tempo aqui passa mais devagar.

Cumps

PS: Preparada para a próxima cimeira diplomática? :D


De 'mega' a 4 de Julho de 2006 às 08:58
'dear sissi,
concordo com practicamente tudo o que disse no seu post, mas permita-me fazer uma pequena adenda...
o futebol tem o poder de fazer com que os homens se comportem como homens e tem também o poder de fazer com que as damas se comportem como homens também.
não será base de educação do ser humano fêmea decerto beber litradas de cerveja, insultar os árbritos e jogadores, aprender até, em cada vez menos raros casos, discutir tácticas e técnicas... é ensinado às mulheres desde cedo também que não devem vozeirar, fazer figuras tristes em público, muito menos gritar a plenos pulmões entre a múltidão e exibir orgulhosamente o par de seios (disformes, abastados, bonitos, subtis, pouco importa)para as cãmaras de T.V. que fazem o directo...
no entando, o futebol tem esse poder, de todos modificar e.. ao fim ao cabo.. no futebol quase tudo é permitido.. imagine-se até que um homem pode chorar..'

p.s.- dona sissi, belo blogue que aqui alimenta, os meus sinceros parabéns'


De zemaria a 4 de Julho de 2006 às 03:25
choraria por algumas coisas, pelo Benfica, pelo fim de alguma coisa especial, agora por uma derrota da selecção não me imagino, e n tem a ver com bloqueios afectivos, mas sim com o simples facto de ser bastante mais benfiquista do que português...


De Alkimmista a 4 de Julho de 2006 às 05:52
Acho que isto tem mt a ver com a sensibilidade de cada um para esses assuntos ditos mais "complexos", mas há sempre momentos em que nos expomos mais, apesar de a mim ser mais facil fazer isso com amigas.

adorei os teus textos.


De sissi a 4 de Julho de 2006 às 09:11
Caro Mega,
tem toda a razao. A chincha muda homens e mulheres. Mas quis falar de uma cena de gajo...para variar um bocadinho...
cumps e obrigada pela gentileza do comentario.
Volte sempre!


De Orelhas Quentes a 4 de Julho de 2006 às 11:09
Cara Sissi,

Deixe-me começar o comentário retribuindo as questões quanto à estereotipificação... (Porra, que a sopa de letras fez efeito)

Por que raio a maioria das mulheres acusa os homens de, quando se juntam, contarem as fodas que mandam, quando, na verdade, isso acontece é quando as mulheres se juntam.´Não é segredo para ninguém, que as conversas entre gajas são muito mais dadas ao pormenor do que as dos homens.

Mas não... O post da minha cara é que os homens só são capazes de falar das fodas que mandam e nunca dos seus sentimentos.

Pois bem, a minha resposta é que as coisas ainda são assim, embora cada vez menos, porque a sociedade assim o exige. E a sociedade não é apenas composta por homens. Também é composta por mulheres, certo?

Cumps. :)

PS: Já me disseram que hoja estou com mau feitio! Por isso não vale a pena repetir. :)


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge