Quarta-feira, 12 de Abril de 2006
Retalhos do meu Portugal
Estava eu aqui a pensar no post anterior e nas razões que teriam levado o incauto repórter às elocubrações sobre a nossa (vossa) cidade de Lisboa, quando me lembrei do queixume diário do português médio face às dificuldades do seu quotidiano. Depois de concatenada a lista, eis as razões que fazem do meu Portugal uma Babilónia suspensa com gente estranha dentro.

1 - O GOVERNO

Com algum jeitinho e muita lata conseguimos culpar o governo por virtualmente tudo. Pelo trânsito cada vez pior, o Verão que nunca mais chega, a humidade no quarto das visitas, as ganzas de má qualidade, you name it. É uma chatice, culpa-se o governo. É uma seca, culpa-se o governo. Cheira mal, culpa do governo. Cheira bem, governo é o culpado. E se houver alguma coisa pela qual não consigamos culpar o governo, é porque estamos a olhá-la pelo prisma errado...

2 - OS PORTUGUESES

É o fado, o destino, o karma. Ser português é uma fatalidade e não se fala mais nisso. Habituamo-nos desde cedo a esta guerrilha instalada connosco mesmos e agora até lhe achamos piada. De resto, dizer mal é muito mais engraçado que dizer bem. Dizer bem não tem piada nenhuma. Dizer bem não dá para fazer piadas. Giro mesmo é dizer mal. E dá mais estilo. O tuga gosta de falar mal de si mesmo. Mas não na perspectiva positiva, de assumpção dos negativos, promovendo os positivos. Népia. Isso era fácil demais. A abordagem coitadinha é muito melhor porque é a única que permite que não se faça absolutamente nada. Se somos assim tão inúteis, para quê fazer alguma coisa? É a desresponsabilização pela piedade. No fundo até somos espertos...


3 - A GALINHA DO VIZINHO

Este item é estranho. Mas falo de bairrismo. Para os do Norte, o Poder está em Lisboa. Os do Sul dizem que no Norte está o dinheiro. Os do meio não são tidos nem achados na contenda e, provavelmente, acham-se ignorados em tão importante disputa e por isso amuam também. E assim se retalha um mapa...a erva é sempre mais verde do outro lado da cerca...

4 - O CHEFE

O chefe é como se fosse o Governo. Aliás, o chefe é o governo de cada unidade produtiva. No caso português, não produtiva. Se falta a água no prédio a culpa é de quem? Do chefe, obviamente... se fazes muitas pausas para cigarros e café e és repreendido, a culpa é do chefe que é um cabrão dum insensível que não percebe que as pessoas têm vícios. Se não foste escolhido para aumentos nesse ano porque produzes menos que os outros, a culpa é do chefe porque a tua cadeira não é ergonómica e as colunas do PC não funcionam. Uma unidade não-produtiva como um escritório típico português é um mini-governo com uma mini-população.

Aceitam-se outras apostas...

publicado por sissi às 01:30 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Explícito a 13 de Abril de 2006 às 14:08
Cara Bourgoise,

Sua senhoria está mesmo além de imaginar o que por aqui se passa... Ou estará numa fase socrática?

Um bom fim-de-semana,

Cumprimentos


De sissi a 13 de Abril de 2006 às 15:05
Caro Explícito,
que saudades da sua palavra douta! Infelizmente ainda estou nos pré-socráticos...mas elucidem-me meu caro, o que é que me está a falhar?
cumps.


De Ana a 13 de Abril de 2006 às 00:55
Ois! Tu andas azeitada! Zanga-te c o pessoal que também precisam de ouvi-las!

Curte!
Cotonete Electro, delicious..


De Fosquinhas a 12 de Abril de 2006 às 06:58
Então não é verdade?!


De sissi a 12 de Abril de 2006 às 09:17
Caro Fosquinhas,
claro que é verdade! Pelo menos para mim é! Apostas no sentido de ideias para a discussão...outras ideias, tá a ver...?
cumps


De Jack London a 12 de Abril de 2006 às 09:44
A principal razão que faz da Lusitânea um grupo de gente estranha e mal formada é o facto de a populaça ter eleito um Algarvio de Boliqueime para o cargo de PR (com todo o respeito para a rapaziada lá de baixo dos Algarves) e ninguém fazer nada a esse respeito.


De sissi a 12 de Abril de 2006 às 09:59
Caro Jack,
e se o Cavaco não fosse PR qual seria a diferença?
cumps.


De Fosquinhas a 12 de Abril de 2006 às 13:12
dos 4 itens só discuto o 3º.


De sissi a 12 de Abril de 2006 às 13:31
Caro Fosquinhas,
só discute o terceiro? Ora essa! Foi por se ter falado em galinhas...?
:-)
cumps.


De River a 12 de Abril de 2006 às 15:16
A consideração sobre o Governo está soberba!!!

É q de facto os Governos portugueses têm sido sucessivamente incompetentes... mas daí a serem culpados de TUDO...

Só q bom tuga q se preze têm q dizer q o Governo é uma merda! Seja ele qual for, seja qual for a medida q tomar!
Atenção: "dizer"!... fazer algo para contraiar isso... bem, essa é outra história! E dá um trabalho do caraças, por isso é melhor ficar só pelas bocas! ;)

beijinhooooooooos, mt... my love
Miss you


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge