Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2006
TPM # 14
Nunca me considerei uma gaja ligada aos esoterismos da vida. As situações que não consigo explicar incomodam-me porque sempre precisei de uma razão palpável para os acontecimentos exteriores. Acho que ainda não saí da idade dos porquês. Por isso é que «o que tem que acontecer acontece», ou «tudo tem o tempo certo para acontecer» sempre foram frases e ideias sobre as quais nunca me demorei. Que caralho é que esta merda quer dizer? Até entendo que a fruição e o prazer sejam coisas que se aprendem e depuram. Mas isto só acontece quando conseguimos perceber que sem a noção de Tempo o prazer não teria contexto. Continuaria a ser prazer, mas seria inócuo. Lembro-me agora dos prazeres imediatos, de consumo (e desgaste?) rápido, e reparo que também para esses está noção é necessária. Não o tempo do usufruto, mas do refinamento do prazer.
Não sei se o que tem que acontecer acontece, se calhar sim. Mas como gosto de pensar no livre arbítrio como o pilar existência humana, incomoda-me saber que, se calhar, há coisas para as quais estou guardada. No entanto, começo a perceber que, de facto, «tudo tem um tempo certo para acontecer»...

PS - este post é encriptado. Caguem.

publicado por sissi às 11:57 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Anónimo a 5 de Janeiro de 2006 às 12:20
Cara Sissi,

Está mesmo encriptado....;)

Cp
BC


De Bock a 5 de Janeiro de 2006 às 12:22
Realmente, é encriptado. Encriptadíssimo.

Eu acho que as coisas têm um tempo certo para acontecerem.

Resvalando para o básico: não é normal que se comecem a ter aventuras sexuais aos 65, ou que se tente mudar de profissão aos 55 depois de 30 anos a fazer a mesma merda.

Mas isso não impede uma gaja de 65 de começar a fazer sexo em grupo ou com pastores alemães, ou um contabilista de 55 de passar a fazer cestas de ráfia ou a arranjar relógios Suíços, ou o caneco.

Pode acontecer. Mas é fora do tempo.

Eu sinto-me ligado a alguns esoterismos. Já senti muito mais. Ultimamente ando muito céptico. E tem-me sabido bem. Mas continuo com esta convicção de que nada acontece por acaso. Não vou dizer que não há coincidências, senão pareço a Margarida Rebelo Pinto e isso ainda me acorda a úlcera. Mas realmente acho que não há.

Mas nada disso em nada interfere copm o livre arbítrio. De todo.


De sissi a 5 de Janeiro de 2006 às 12:35
Caro BC,
tenho estes dias assim, em que me apetece dizer tudo sem dizer nada...

Caro Bock,
tendo a concordar contigo, mas se há coisa que acorda a minha úlcera é pensar que há pessoas que fazem ou deixam de fazer coisas e de viver a vida de acordo com os seus desejos apenas porque não é normal. Não sei se foi por um dia ter acordado e ter sabido que, em breve, poderia não voltar a acordar, que estas questões me incomodam muito. Acho extraóridário que um contabilista de 65 anos se dedique a fazer cestas de ráfia, da mesma forma que me emociona qualquer pessoa que, da forma mais consciente que conseguir, deixar a vida que tem para seguir outro caminho. Obviamente, que entendo quem não o faça. Encontrar trilhos novos traz dissabores vários, alguns com prejuízos nunca calculados, mas continuo a achar (talvez pq veja mais o lado bom das coisas que o mau...ehhehe) que vale a pena.
Já uma gaja de 65 anos fazer sexo com pastores alemães me parece pior...os caezinhos não têm culpa...;-)

Não sei as coisas acontecem ou não por acaso. Gosto de pensar que há situações que são feiras à medida dos nossos desejos, daqueles que estão cá atrás, na nuca, os não ruminados ainda na cabeça, e depois cabe-nos a nós aceitá-los ou não. Daí a importância do livre arbítrio...

bjos. mtos.


De Explícito a 5 de Janeiro de 2006 às 13:06
Cara Bourgoise,

Aquelas frases feitas que referiu são tipicamente de «banha de cobra».

Livre arbítrio é a nossa existência, mesmo que alguns factos são ligação de outros.

Quanto ao resto, continuar a questionar, perguntar porquê. Provas que existe um mente viva, curiosa e que explora aquilo que lhe rodeia. E acreditra que continua "imorrível"...

Cumprimentos.


De River a 5 de Janeiro de 2006 às 13:46
Viva Alteza!

As minhas TPM tb me dão pra isso... questionar tudo e todos!

Mas essas "frases feitas" não as compro, de todo!
Qual quê! Não acredito no chamado "destino" (embora goste mt de Fado ;o)), acho que cada um faz a sua história!
E acho mais, que na maioria das vezes qdo alguém diz: "As coisas acontecem qdo tem que acontecer", ou outra frase do género; está apenas a tentar "animar-se" a si pp!

beijinhos "véniados" :D

PS. a "tal" questão... sabe lá!!! Um dia destes conto-lhe!


De Princesa do Reino Pokemon a 5 de Janeiro de 2006 às 14:02
Acho que percebermos que "existe mais na terra e no céu do que sonha" a _nossa_ "filosofia" não é abdicarmos do nosso livre arbítrio. É assumirmos que somos humanos e, como tal, não poderemos explicar tudo. Sempre me protegi pela bolha do cepticismo e da racionalidade, mas os meus limites na compreensão dos fenómenos exteriores levam-me a ter de assumir que há coisas que a minha Razão(zinhainha) não explica e para as quais não encontra um nexo causal... Mas isto é também abdicar da minha prepotência de achar que tenho que saber tudo, compreender tudo, dominar tudo. Ter deixado entrar no meu mundo as possibilidades irracionais, as coincidências e "o acontece o que tem que acontecer" libertou-me de algumas angústias... Até porque descobri que os "acasos" são das coisas mais mágicas da minha vida... E sinto-me aliviada por já não sentir necessidade de os explicar. Contudo, isto é, na minha forma de conceber o mundo e a vida, perfeitamente conjugável com o livre arbítrio. Não são coisas antagonistas...

Acredito piamente no meu/vosso livro arbítrio, no entanto, tenho que assumir que "há coisas que acontecem porque tem que ser" e que o Tempo, essa máquina misteriosa e fantástica, resolve algumas coisas por nós, sobretudo aquelas que nós não conseguimos desvelar. Assim, e voltando aos clichés... "o que não tem solução, solucionado está" e é porque e só porque tenho livre arbítrio que _escolho_ deixar algumas "resoluções" nas mãos do Tempo e no colo do Acaso... E sei que vai correr tudo bem.


De Anónimo a 5 de Janeiro de 2006 às 14:39
Cara Sissi,

Agora esta encriptada em inglatlês.....
Please check for the private msg that i sent you ..

haha
BC


De sissi a 5 de Janeiro de 2006 às 14:52
Caro Explícito,
também acho que são banha da cobra mas ao mesmo tempo, gosto mais ou menos de ser surpreendida pela esquinas que me mostram que nem sempre sabemos tudo...

Cara River,
não estou em TPM biológico, é uma coisa mais mental, que de vez em quando me assola...
Trate lá da questão, trate lá...;-)

Cara Congénere Pokémon,
antes de mais, obrigada por nos visitar.
Para mim, que sou uma control freak, pensar que há coisas que não compreendo é a assumpção plena da incoerência do mundo e das pessoas. E pensar isso às vezes é complicado. Não vejo a minha necessidade de perceber as atitudes das pessoas como uma prepotência, vejo-a mais como ferramentas, utensílios para me movimentar nas redes sociais em que me envolvo.
Os acasos são coisas mágicas na vida, concordo. De resto, esse é o tema fulcral deste post. Mas não consigo evitar continuar a saber o que essas magias querem dizer, sob pena de de pequenos descontroles aqui e ali...
Se há coisas que acontecem pq têm que acontecer eu até as aceito, mas porquê?
;.)
Welcome!

bacci a tutti


De sissi a 5 de Janeiro de 2006 às 14:58
Caro BC,
inglatlês? Qué lá isso?
Não recebi nada ainda...vamos aguardar com serenidade...


De Anónimo a 5 de Janeiro de 2006 às 15:26
Cara sissi,

Para sua informação a prvt trata de uma personagem interessante do sexo feminino, que faz questão em contactá-la através de um meio mais intimo ;)

Segundo consta, a sua personalidade tornou-se interessante para o bicho...

É tb uma afficionada visitante do blog, no entanto algo relutante a participar públicamente no mesmo.

Cps
BC


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge