Terça-feira, 18 de Outubro de 2005
Another boys and girls discussion....
A propósito de uma discussão neste blog, onde tento colaborar (embora dificilmente...):
Como em quase tudo, faz-me alguma confusão que os assuntos se dividam por género. Não me parece que haja uma forma de ser e sentir exclusivamente feminina ou masculina, embora admita que mulheres e homens, no processo de acasalamento, se comportem de formas diferentes, mais por serem pessoas diferentes e não tanto porque diferem em sexo.
Nunca tive a mínima paciência para os jogos de sedução. São, a maioria das vezes, uma seca e mal jogados. Normalmente, os homens tomam a dianteira e movem-se no tabuleiro de xadrez como se soubessem coisas que a mulher não sabe, com trunfos que ganham nas movimentações desse tabuleiro social, em coisas que são permitidas a uns e vedadas a outras. Logo aí, o mulherio está em desvantagem. E depois existem aquelas, como eu e felizmente somos cada vez mais, que insistem em mudar as regras do jogo. Afinal, o beneplácito régio do xadrez não se confina ao Rei comer a Raínha. Para nós, a Raínha pode e deve comer o Rei quando quer e assim o deseja, num jogo de poderes que está mais equilibrado que nunca.
É óbvio que, apesar desta inversão de valores instalados, as mulheres continuam a querer ser bem tratadas. Como os homens, de resto. As pessoas, no geral, gostam que as valorizem, as mimem, que percam tempo com elas. Mas para que as mulheres reivindiquem o que quer que seja junto da camadas masculina, têm que começar elas mesmas por se dar o devido valor. E isto passa, em grande escala, pela assumpção dos seus desejos e da sua condição de mulher. Uma mulher bem tratada é a que se trata bem. A que não permite ficar aquém dos mínimos olímpicos, a que não perde o controle sobre si mesma quando se apaixona e, sobretudo, a que não se deixa manipular pelas falácias iníquas que os outros insistem em ditar sobre a sua própria vida. No fundo, é tentar ser feliz e cada vez melhor pessoa, e exigir isso do outro. Porque só assim se pode aportar alguma coisa de verdadeiramente valiosa para uma relação a dois.


publicado por sissi às 17:45 | link do post | adicionar aos favoritos

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge