Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009
Sissi na FHM - Ano Novo, Foda Nova

Sempre gostei de adágios populares. O povinho tem uma sabedoria única e muito particular e sabe sempre como inventar expressões que têm tanto de verdadeiras como de bestialmente foleiras. A época festiva cujos resquícios ainda vivemos é pródiga em dar à estampa uns tantos dizeres que nos fazem sentir, subitamente, parte do povinho, logo, detentores do nosso quinhão da referida sapiência que gostamos de sentir que temos. E se calhar temos mesmo.

Janeiro faz-me sempre lembrar a frase «Ano Novo, Vida Nova». Porque é optimista, porque nos faz pensar em renovação e porque temos sempre a oportunidade de melhorar ou dar especial atenção a áreas que a merecem. E se há coisinha que requer o nosso olho microscópico é o sexo e tudo o que fazemos com ele. Passou um ano, e muitas quecas depois é bom olhar para elas e perceber se são para continuar nos mesmos moldes, ou se urge encontrar novas formas de interacção grelame. Se gostamos do menu que servimos ou se mudamos de iguarias e expandimos a nossa própria gastronomia.

E não ousem, súbditos deste palácio de esbórnia, tratar este assunto delicado com a mesma souplesse com que tratam todas as outras resoluções de ano novo: mentindo com todos os dentes da frente. Nem pensar. Mas para que vocês não se sintam sozinhos nesta demanda, a vossa princesa favorita, que sou eu, vai ajudar-vos com umas ideias preciosas.

1 – Aprendam o significado de espontaneidade e apliquem-no na cama. Ou fora dela. Que é o mesmo que dizer que compreendo que os afazeres diários ditem, por vezes, que o planeamento sexual é necessário. Mas soltem-se e permitam-se a uma queca inusitada, uns beijos apaixonados quando menos se espera ou apenas a uns apalpões entre a cozinha e a casa de banho. O «repentismo» faz maravilhas…

2 – As posições sexuais são muitas e são para ser usadas. Bem sei que a missionária, canzana e grelame em cima fazem as nossas delícias por várias razões. Mas, por vezes, uma pequena variação é quanto basta para nos reinventarmos.

3 – Tal como as posições, também a cama ganha a preferência da maioria. E entende-se. Mas quando saímos dela e nos sentamos à mesa, não necessariamente para jantar, há todo um cenário que muda e se apimenta. Melhor: quando saímos de casa e nos aventuramos em locais públicos, somos invadidos por uma sensação de aventura que nos torna, subitamente, mais disponíveis para o acto.

4 – O sexo tem esta particularidade de ser tão importante na prática como na teoria. É importante que falem do assunto, sobre o que querem, como querem, quando querem, porque querem, enfim, todo um mundo de possibilidades que poderá levar ao verbalizar de intenções que pode ser muito, muito apelativo…

5 – Entreguem-se à novidade e explorem-se mutuamente. Sejam ousados, arrisquem, sem medos, porque o sexo pode, e deve, ser vivido sem constrangimentos.

Palavra de Sissi.

 

 

 




Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009
Is it just me...

...ou o André Villas Boas, treinador da Académica, é uma brasa descomunal?

Meninas, manifestem-se, please, enquanto eu vou ali investigar melhor o bicho.




Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009
Sissi na FHM - Natal. Tão bom.

E chegou o Natal. Uma época que me apela tanto quanto a abertura da temporada das corridas de cavalos. Nada, portanto. Porém, e mesmo que o Palácio faça as suas festividades privadas, o mundo lá fora vive estes dias com enorme afã. Que é como quem diz, numa correria às lojas em busca do Santo Graal dos presentes que se distribuem em festas de família, de amigos, no «amigo secreto» com os colegas de escritório, e, por fim, em momentos mais ou menos românticos com as vossas queridas.

Porém, a demanda de encontrar o presente perfeito é tão dura quanto o marsápio de um amante Masai. Nós, grelame por vezes exigente, não vemos a prenda comprada apenas pelo que é: algo que é pensado e adquirido como forma de honrar a época natalícia. Nem pensar! O objecto escolhido por vós com amor e carinho, será perscrutado pelas resmas de amigas, mãe e demais familiares, e ao qual será dado tantos significados quanto significantes. Que é como quem diz, vocês, machame bom, estão, praticamente, lixados. A não ser que continuem a ler esta Bíblia, já que Sissi juntou umas ideias só para vocês, machos do meu coração, sobre os presentes que NÃO DEVEM, e repito, NÃO DEVEM absolutamente oferecer à eleita do vosso coração. Ora vejamos.

1 – Ferramentas e aparelhos para a lida da casa

Mesmo que a vossa fofinha seja dada à bricolage ou represente a verdadeira fada do lar, nunca, mas mesmo nunca, lhe ofereçam um conjunto de ferramentas ou coisas tão românticas quanto um aspirador, máquina de café ou cafeteira eléctrica. A sério. Não façam isso.

2 – Roupa de ginásio

A mensagem contida neste presente é simples: toma lá este kit de ginásio, muito jeitoso, que eu escolhi com muito amor, para que possa exercitar-te e perderes essa bóia que tens à volta da barriga. Acreditem em mim. Mesmo que seja o kit mais bonito, e que a vossa motivação não seja esta, é assim que nós vamos entender a coisa.

3 – Livros de auto ajuda

Esta também é uma grande ratoeira. Porque mesmo que ela vos diga vezes sem conta que gostava de ser mais assertiva, disciplinada e organizada, oferecer-lhe um livro que a auxilie nesse sentido é o mesmo que admitir que não somos a perfeição em pessoa, ideia que nos esforçamos muito para inculcar nos vossos espíritos.

4 – Peluches

Bom…será que o nome «peluche» necessita de mais explicações? A não ser que namorem com uma miúda de 12 anos, o que, nesse caso, convém que sejam menores também, esqueçam a bicharada de pêlo. Muito mau.  

5 – Lingerie

A não ser que seja ela a escolher, evitem comprar lingerie ao vosso gosto. A ideia em si não é má. Uma coisinha picante para os dois para apimentar noites mais loucas. Mas enquanto o grelame privilegia o bonito mas prático, o machame opta pelo estilo vacarrona, que nós pouco apreciamos, sobretudo em formato presente de Natal.

Seja o que for dediquem algum tempo à causa. Valerá a pena.

Palavra de Sissi.

 




 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge