Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009
Info-challenged mas não info-excluída - a sequela

Pois que o twitter me parece uma coisa que anda à velocidade da luz, demasiada para as imenas sinecuras que a vida de princesa me obriga. Vai daí, porque me encontro numa fase seguidista, adicionei-me ao Facebook.

 

Maneiras que para estados de alma, ou mesmo detalhes sobre o lançamento do próximo livro, já no mês que vem, é ir ao FB e fazerem-se amigos. É só procurar por yours truly, Princesa Sissi.

 

E é assim.




Sissi no METRO - sex toys

Querida Sissi,

Tenho 42 anos e sou solteira. Dado que não concebo a ideia de sexo por sexo, a minha vivência nesse plano passou, em grande escala, pelo uso de sex toys como forma de satisfação, sempre que não tinha namorado. Há dois meses conheci um homem maravilhoso que me arrebatou e hoje vivemos uma relação saudável. Excepto quando tento incorporar os ditos sex toys na nossa relação sexual. Ele recusa-se a aceitar por pensar que tudo o que ele me dá não me chega. Já tentei falar com ele várias vezes mas ele recusa-se a ouvir-me. Que fazer?

Cara leitora,

Explicar a um homem que o prazer a solo nos é tão importante quanto o prazer em estéreo pode ser uma tarefa complicada. Nem sempre os homens entendem que nós, mulheres, podemos ter uma sexualidade que vai para além dos limites de uma relação ou de um companheiro. A masturbação, exemplo clássico, é a melhor forma de conhecermos o nosso corpo e nos providenciarmos prazer, e é uma prática que nem sempre implica a presença de outrem. Quanto ao seu caso, fiquei sem perceber a verdadeira importância dos sex toys na sua relação íntima: usa-os porque se habituou a isso ou porque fazê-lo potencia o seu prazer? E porque razão o seu namorado se recusa a sequer falar no assunto? Há aqui detalhes importantes que faltam. No entanto, parece-me que o mais prudente será, se a importância dos objectos sexuais for, de facto, imensa, tentar perceber porque razão isso choca o seu namorado. E quando perceber isso, explicar-lhe que ambas as práticas (a sexual, propriamente dita, e a dos sex toys) só contribuem para uma vivência a dois mais plena de satisfação. Mas se, de facto, o uso de brinquedos sexuais se inscrever mais num patamar de hábito antigo que numa premência actual, tente entender, de todo o modo, o que afecta o seu namorado, mas não faça finca pé.

Maneiras que é isto. Em querendo deitar no divã, favor mandar mail para o Correio da Princesa, mesmo aqui ao lado. ENJOY!

 




Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009
Info-challenged mas não info-excluída

Agora também no twitter. Sou muito seguidista, eu. E cusca.

 

www.twitter.com/princesasissi




Domingo, 18 de Outubro de 2009
METRO - No Divã com Sissi - Bored

Estimada Sissi,

Sou casada há 11 anos e já não sinto o fulgor sexual de outrora. Perdi-o algures entre as notas escolares do primeiro filho e as fraldas do segundo, entre manter um emprego que adoro e as obrigações familiares que me apoquentam cada vez mais. Sei que se continuo a negar-lhe o prazer sexual conjugal, a relação, que até nem vai mal, sofrerá danos irreparáveis. Porém, também não me quero obrigar a nada, sob pena de me sentir ainda menos mulher. Que fazer? Por favor, ajude-me.

Cara Leitora,

Se o seu marido não lhe desperta o desejo sexual de outros tempos, que tal aligeirar as suas outras vivências diárias e convocar a memória para dias mais felizes, onde o sexo imperava? A comunicação é chave (vivam os clichés!) e por mais assoberbada que esteja agora, permita-se a pensar com o seu marido em formas de criarem novos paradigmas sexuais que encaixem na vossa vida, agora mais cheia de afazeres e compromissos. Resgate o lado feminino que vive em si e planeie com ele estratégias que sirvam os dois. Diga-lhe o que gosta, como gosta, quando gosta, onde gosta…O sexo tem menos mistérios do que lhe gostamos de atribuir. E quando a vida lhe aparece de permeio, é necessário planear e confiar que ele já não aparece por osmose. Para que a vontade vá dando sinal, é preciso trabalhá-la, moldá-la, e, muitas vezes, recriá-la na nossa cabeça. Mas se este exercício ainda lhe parece demasiado longe, porque não começa com o mais belo e liberto prazer que podemos oferecer a nós mesmas, a masturbação? Arranje um momento para si, e toque-se, viaje ao baú das suas fantasias e permita-se apenas sentir. Comece por aí e vai ver que em pouco tempo sentir-se-á, novamente, uma mulher no sentido mais pleno do termo, consciente de que o corpo, o único que alguma vez teremos, também é uma fonte de inesgotável prazer.

Palavra de Sissi.

Maneiras que é isto. I´m back. Obrigada à súbdita que enviou esta questão. Em querendo enviar outras, não se acanhem. O anonimato é absoluto. Todas as segundas-feiras no jornal METRO. O Correio está mesmo ali ao lado.

Enjoy!

 




Terça-feira, 13 de Outubro de 2009
Chiça...

Bolas...não me lembro, nunquinha na vida, de me sentir tão cansada. Nem o sexo me entusiasma, nestes dias em que a cabeça pede mas o corpo não quer.

 

Será que alguém tem uma receita mágica para melhorar a vitalidade deste corpo de princesa, repleto de curvas sinuosas, que clama por energia?




Domingo, 4 de Outubro de 2009
Sissi conquista o mundo. E começou pelo Metro.

E com o novo livro quase a ir para o forno, este palácio começa a acordar da letargia que o tem vindo a assolar. Daqui para a frente, haverá um pouco mais de tempo, já que os caracteres do novo manual finalmente tomam a forma final.

 

Hoje, apenas um apontamento para vos dizer que a partir da próxima segunda feira (de amanhã a oito dias) podem ler a vossa Princesa favorita, eu, no jornal Metro, em formato Sissi Responde. Por isso, quem quiser, de forma totalmente anónima, enviar a sua questão, poderá vê-la respondida às segundas no Metro e às quintas, aqui no Blog. Basta que o faça para o Correio da Princesa, em princesa-sissi@sapo.pt

 

Cumps a tutti que agora vou ali curtir o resto do domingo.

 

 




 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge