Quinta-feira, 19 de Março de 2009
Romance e Sexo

Tenho andado aqui a pensar com os meus botões de madrepérola que isto de ser Princesa das boas tem que se lhe diga. Não sei se é porque a vida me bafeja com purpurinas de ouro verdadeiro, ou porque o Universo joga comigo e com a minha ausência de paciência, o certo é que, recorrentemente, o romance é falho de sexo e o sexo é falho de romance. Ou seja, ou participo activamente nas Fuckfests reais, findas as quais tenho boqueiras e alguma dificuldade em sentar-me e fazer gestos bruscos, ou então levito, de nenúfar em nenúfar, qual abelhinha em busca do mel, em auréola amorosa tal que chega a provocar o vómito.

 

É verdade que sou uma mulher intensa. Em tudo. Se é para brochar, brocha-se, não se dá festinhas. Se é para suspirar de amor, suspira-se, não se hiperventila. Porém, aguardo com serenidade o momento em que as duas condições se encontrem, assim como quem não quer a coisa, e aí possa experimentar o doce perfume do estar apaixonado de forma mais concreta e global.

 

Enquanto essa ocasião feliz não chega, detenho-me no buraco negro que vive entre romance e sexo, o tal que espera a argamassa que lhe dê brilho e luz. E penso que enquanto o romance me dá a ideia de continuidade e me faz sentir parte deste grande plano universal para todos nós, o sexo faz-me sentir viva ao permitir que o sangue me galope nas veias numa cadência única.

 

Por estes dias, vive-se romance assexuado. Ou será sexo romanceado?



publicado por sissi às 23:57 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Anónimo a 20 de Março de 2009 às 05:38
A minha curta experiência de vida disse-me, até aos dias de hoje, k não há romance com bom sexo e vice-versa, posso estar enganada (oxalá esteja) mas até agora...não vejo é nada, e temo k seja exactamente por isso k a infidelidade, numa relação, exista.


De manu a 20 de Março de 2009 às 18:09
Sempre achei que era verdade que com paixão o sexo era melhor, e ainda acredito nisso.
O pior é quando descobrimos que nem sempre acontece, e que a faca da infidelidade nos bate á porta.
Então pensamos e dissertamos porque é que isso acontece, e no fundo é porque deixamos de inovar.
Porque se era bom no princípio, também o será depois, mesmo passados alguns anos.
O segrdo está na inovação, nunca devemos deixar de o fazer.


De DoceDemonio a 20 de Março de 2009 às 08:01
Tal e qual! Tambem passam pela minha cabeça dissertações como as que aqui abordou cara princesa... existe uma certa incapacidade... nao sei se da nossa parte,da deles ou de ambas(!), para conjugar no presente essas duas vertentes... Tendo nós que optar quase à partida por uma delas! Grave... Diria até gravíssimo!


De Vulgar a 20 de Março de 2009 às 08:07
Não sei porque insistem em querer meter paixão e sexo no mesmo saco...
Bjs


De Charles a 20 de Março de 2009 às 08:10
Ora finalmente uma mulher percebeu porque se criaram as putas, os homens tem em casa as mulheres com os filhos e o amor e depois vão às putas para o sexo puro & duro é que há coisas que não se fazem com a mãe dos nossos filhos não é verdade... :)


De Anónimo a 20 de Março de 2009 às 13:57
ah pois eh! e coisas que não se fazem com os pais dos nossos filhos ;-)


De Manu a 20 de Março de 2009 às 09:35
não percebo porque em casa só nos podem ver como mães dos filhos, também somos mulheres, também gostamos de sexo, também somos putas de certa forma.
E que tal experimentar!


De DoceDemonio a 20 de Março de 2009 às 14:30
Apoio aqui a Manu... é indecente dividirem-nos só em 2 categorias: a puta e a boa mae!


De manu a 20 de Março de 2009 às 17:56
O problema é que as muitas mulheres ainda gostam e sentem que ou podem ser mães ou podem ser amantes.
Eu sinto e penso que somos muito mais que isso, somos força, vida, transmitimos raiva, carinho, amor.
O raio da educação que nos foi dada é que estraga tudo.
Porque é que não podemos ser nós próprias, com desejo, vontade, sem pudor.
Enfim vale a pena pensar nisto.


De josé nogueira a 20 de Março de 2009 às 15:44
Cara Princesa. Que belo texto e que profundidade de pensamento. Sou dos que acredito que pode haver bom sexo num grande romance.


De manu a 20 de Março de 2009 às 17:59
Também acredito, mas amor e uma cabana já lá vai.
Muitas vezes mesmo que se queira que isso aconteça não dá.
No entanto vale a pena a luta diária para que o casamento não se torne numa rotina sem graça.


De Plim a 20 de Março de 2009 às 18:13
Para mim, sexo e romance são completamente compatíveis! O que ninguém nunca disse é que era tão difícil de encontrar..
Acontece que, mesmo assim, ainda há quem troque um romance sexuado de alto nível por um romance assexuado. Dá pra acreditar?

E mais, por mais que se goste de sexo (como eu), como alguém diria "o tamanho interessa? claro. o tamanho do cérebro." Devido à escassez deste tipo de alimentos na mesma embalagem, às vezes temos de fazer escolhas. Eu escolho as duas.. mesmo que em momentos distintos com pessoas diferentes!


De joão ratão a 20 de Março de 2009 às 18:14
Altezíssima, q coisa maravilhosa!

Que a força esteja convosco e vos proporcione viagens intergaláticas e muitos buracos negros!

:D

Quero dizer: não apanhe uma decepção, q isso é ... desastroso, neste caso: a levitação acaba e é cá 1 bate-cu ...


De ErotikaPT a 20 de Março de 2009 às 18:43
Dúvidas completamente pertinentes...

O melhor é mesmo contrabalançar as duas coisas e amar alguém, com que se tem relações sexuais desenfreadas... ;)

És um bom exemplo de mulher, que encara o sexo de uma forma peculiarmente fantástica.

Criei agora um blog, em início de vida, se quiseres ir dando uma vista de olhos... http://erotikos.wordpress.com/

ErotikaPT

P.S.- Soube-se mais alguma coisa sobre aquela rapariga sexóloga que fez aqueles questionários ?


De Anónimo a 20 de Março de 2009 às 21:25
«o romance é falho de sexo e o sexo é falho de romance».
Pois é! É uma foda mas é mesmo assim.


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge