Domingo, 22 de Junho de 2008
Holding

«Então e tu? Não pegas em ninguém?»

 

Foi esta pergunta lancinante que pôs termo a uma conversa banal e simpática. O meu amigo estava exultante por ter encontrado alguém de quem gostava e eivado de sentimentos nobres mandou para o espaço a questão: então e tu? Não pegas em ninguém? Pensei em várias respostas para lhe dar. Teria gostado de lhe apaziguar a culpa cristã que só uma pessoa feliz e recém-apaixonada sente. Como se fossem atingidos por qualquer coisa que os impregna de uma especialidade que gostariam de explicar e passar aos outros.

 

Dias depois percebo que não. Que não pego em ninguém. Pelo menos enquanto achar que o compromisso me mata, que as pessoas me enfraquecem e que a solidão me salva. Ou então, enquanto não encontrar alguém que me faça pensar o contrário.

 

Há coisas que se dizem (e pensam e sentem) nestas alturas em que «pegamos nas pessoas» que não condizem com a minha natureza inquisitiva. Que caralho é um «projecto de vida em comum»? Casar e ter filhos? E quem não quiser ter filhos? Que projecto é que pode ter? E quem não vir utilidade no casamento?  Nem na vida sob o mesmo tecto? Que projectos de vida restam a pessoas assim?

 

Aos 33 a questão não me atormenta mas toca-me. Sou uma romântica com consideráveis doses de cinísmo e cristalizei no celibato. Não «pego em ninguém» porque ainda não me foi oferecido um modelo de relação que me interesse. Alguma coisa que possa crescer e viver em liberdade, assente no respeito pelas premissas estabelecidas e que perceba que it takes two to tango. O afecto, o erotismo, o sexo, a tesão são valores que a inexorabilidade do tempo se encarrega de arrefecer e apagar. O que sobra, o substracto com o qual vivemos depois, é a capacidade que temos de viver uns com os outros, sem nos odiamos de forma regular e sendo profundamente amigos.

 

Querido, acho que já te respondi.

 

 



publicado por sissi às 23:06 | link do post | adicionar aos favoritos

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge