Terça-feira, 17 de Junho de 2008
A melhor coisa do mundo?

O feliz nascimento de três petizes muito próximos, tão lindos que emocionam, fez-me pensar no quão duro é o papel de mãe. Já não bastavam as dúvidas, medos e inseguranças que qualquer mãe vive e sente, e ainda têm que levar com os educadores-mor, que são, regra geral membros da família alargada que se acham no direito de opinar sobre o presente e o futuro da criança.

 

Começa o festival ainda a criança está sossegada e por parir. Que cesariana não pode ser porque isto e aquilo, e que a maternidade é que é e deixem-se lá de modernices de hospitais particulares, que não se pode comer isto porque aquilo e aquilo porque aqueloutro, que vai ser rapaz, não, rapariga porque a barriga está mais espetada e como toda a gente sabe a barriga espetada é sinal universal de fêmea, e nomes? ai os nomes, tem que ser o cruzamento do nome do avô com a tia da prima, foda-se, que ninguém os cala!

 

E depois a criança nasce, e começa o coro das velhas de novo, porque é a cara do pai, não, da mãe, não o metas a arrotar antes de ter dado quatro bufas, das malcheirosas, se for cólicas, pastos de água quente que os medicamentos só fazem é mal, o quê? não vais amamentar? vaca, mãe desnaturada que só pensa nela, quero lá saber que tenhas carregado 4 quilos de gente durante nove meses és uma egoísta só pensas em ti, leva a criança à médica da caixa, que a Dra. é muito tua amiga e tratou de ti e dos teus irmãos, oh cum caralho!

 

E as mulheres? Já não basta deixarem de ser as Joanas e as Patrícias, as Ineses e Marias para passarem a ser as «mães de» como ainda têm que passar pelos encómios de uma maternidade com a buzina da sapiência saloia a ecoar nos ouvidos. Nestas alturas, toda a gente é pediatra e, pior, toda a gente tem uma opinião. Sobre os filhos dos outros. O que, convenhamos, é um óptimo lugar para se estar. Muito seguro e quentinho.

 

Ser mãe deve ser, antes de mais, uma alegria. Mas que dura pouco, como sentir deslocado de outros. Ou seja, depois da pura felicidade, começam outras incomodidades que sempre a acompanham, como o medo que ela se acabe. Às mães parece que lhes é exigido tudo. Há o olho gigante do mundo que pende sobre elas, como um cutelo que pode cair ao mínimo desleixo. O mundo quer que as mães sejam boas mães, mas ninguém explica o que isso é. E não explicam porque não sabem. Porque isso não existe. O que existe é que a consciência de cada um determine, a cada momento, o que é o melhor para os filhos. E isso é, como em tudo o resto, altamente discutível e falível.

 

No limite, ser mãe deve ser muito pouco romântico. A vida ainda está por me mostrar que ter filhos é mesmo a melhor coisa do mundo. Mas cá estarei para lhe dar razão. Se for caso disso.

 

 

Ao Francisco, ao José e ao Vicente. Felizmente as vossas lindas mães não são tão cínicas quanto a vossa tia Sissi.



publicado por sissi às 10:22 | link do post | adicionar aos favoritos

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge