Terça-feira, 15 de Abril de 2008
Modernas ou talvez não

O advento da nova mulher trouxe-nos coisas boas. A independência, ou a aparência dela, é uma delas. Podemos, ou achamos que podemos, ser aquilo que quisermos, sem que isso seja uma fatalidade ou uma âncora que carregamos para a vida.

Como se sabe, a liberdade é um valor bonito em absoluto mas que convém lidar com cuidado. É aditiva, leva a excessos, e a simples ideia de que fazemos porque podemos trilha caminhos perigosos.

 

O campo da sexualidade é quem mais tem privado com esta novel condição. De submissas passámos a activas num piscar de olhos e muito se perdeu nesse caminho de desembaraço social e afectivo. Perdeu-se uma certa feminilidade, a delicadeza do gesto, o glamour e a beleza de sermos o belo sexo. Claro que tudo isto é recente e por isso ainda acertamos as agulhas que definem o equilibrio entre o que queremos e o que parecemos. E depois caímos em excessos, sobretudo quando não temos arcaboiço e jogo de cintura para os aguentar.

 

Quando nos mandamos à parva para cima de um tipo, quando achamos que porque somos gajas e modernas e não queremos mais nada que não foder e ainda assim levamos um rotundo não, ficamos fodidas. Aliás, não fodidas. E ressabiadas. E achamos logo que, das duas uma, ou é paneleiro ou idiota ou qualquer nome carinhoso destes. Ora, porque raio não há-de um gajo querer foder comigo, que até nem lhe vou ligar mais ou mesmo que ligue nunca vou querer ser namorada dele, cruz credo, isso é para as outras as cornudas, que cada um sabe de si e eu só quero saber de mim?

 

É obvio que os tempos em que bastava abrir as pernas eram tempos felizes. Mas eram sobretudo falíveis. Na realidade, quando tínhamos o comando remoto da piça alheia não sabíamos exactamente porque razão eramos fodidas. Havendo pau tudo marcha.

 

É preciso mais do que uma aparente modernidade para levar um não de perna aberta e sair de sorriso sincero nos lábios. Pois é. São precisas muitas negas.



publicado por sissi às 14:32 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Riccardo a 15 de Abril de 2008 às 15:17
Minha cara sissi, não entre por esses caminhos. Está a entrar em campos pouco claros em que a verdade é relativa. Eu como defensor da espécie masculina afirmo categoricamente que Homem que se defina como tal não nega fogo! Isto claro salvo raras excepções. Mas debruçando-me, salvo seja, sobre a situação que sua alteza descreveu, não creio que a situação esteja assim tão má, apenas a preciso três dedos de conversa. O bora la foder só é bonito após o 5º gin de parte a parte. No entanto sou forçado a concordar com sua magnitude quando foca o aspecto de que a fome faz milagres. Um Bom resto de tarde!
Cumprimentos aos demais!


De sissi a 15 de Abril de 2008 às 15:33
Estimado Ricc,
a verdade é sempre relativa. A única coisa que foge a este chavão é que hoje estamos aqui e amanhã podemos não estar.
Basicamente,o que quero dizer é que com gin ou sem gin, há que ter cara para levar um estalo.
Cumps


De Riccardo a 15 de Abril de 2008 às 15:51
Disso não tenho a menor duvida, já todos somos crescidotes ao ponto de saber aceitar as consequências dos próprios actos. Porém o que diz dizer foi que a forma de não de levar o estalo não um segredo assim tão grande. Não basta abrir as pernas, como sua alteza disse são custos da evolução. Contudo nenhuma evolução é tão rápida assim. Quero dizer com isto que as vezes abrir as pernas simplesmente pode parecer ofensivo para nos Homens. Gostamos de sentir que merecemos o pitéu, que somos desejados e não apenas uma escolha aleatória num bar cheio de indivíduos a tentar bater o recorde mundial de ingestão de álcool. Finalizo com um ditado de que gosto muito, sem cair não se aprende a andar de bicicleta.
Os meus mais sinceros cumprimentos.


De sissi a 15 de Abril de 2008 às 15:55
Estimado Ricc,
Ofensivo? Ora explique lá melhor...A mim sempre me pareceu que não queriam porque não queriam...Na realidade, não me parece que hajam grandes explicações a dar quando não ser quer meter a piça em buraco alheio e vice-versa.É o que é and that´s that. Agora, ofendidos nunca me constou que ficassem. Devem ser sinais dos tempos, também.
Cumps


De Riccardo a 15 de Abril de 2008 às 16:03
Vejamos.. Qual a reacção da minha cara sissi quando confrontada com proposta directa sem mais conversas? É a tal situação do pobre e da esmola, quando é grande demais o querido desconfia. Atente bem na reacção do felizardo, terá certamente noção que se tratou de um: si... não caraças, assim não quero. Não sou um dildo! A postura universal do macho é de conquista de domínio e isso já vem desde do inicio dos tempos. Não há individuo do sexo masculino que se auto intitule Homem que goste de ser "engatado", e quem disser que gosta das duas uma: ou não tem argumentos para engatar ou esta a mentir por conveniência!
Cumprimentos.


De sissi a 15 de Abril de 2008 às 16:14
Estimado,
não lhe vou dar a resposta que pretende. Como oferecida que sou, é também do meu lado que surge a invectiva no macho. Bem sei que eles, por tradição ou mesmo miúfa, gostam de ter a dianteira. Sucede que eu sou princesa falha de paciência e se estivesse à espera que os pruridos masculinos se dissipassem ainda hoje seria virgem.
Maneiras que sim, se gostasse do macho, e depois de devidamente conversado, se a meio da conversa ele me dissesse «embora lá?» eu iria sem hesitar. Não, não me sentiria usada, ofendida e quejandos, porque, de facto, eu estava a pedi-las, justamente.
O meu caro pode arranjar as justificações que quiser e eu até sou gaja para concordar com elas. Bottom line is, um gajo que queira uma gaja, e repito que queira uma gaja, e se corte só porque a iniciativa partiu dela ou é parvo ou estúpido. Ou ambas as duas.
Cumps


De Riccardo a 15 de Abril de 2008 às 16:58
Mas nesse aspecto eu concordo com a minha estimada sissi! E daí ter feito a ressalva: está a mentir por conveniência. Se quer e se a iniciativa partiu da moça então mente e diz que gosta de ser levado, ate para acalmar as suas próprias hormonas. Eis que sua alteza toca no ponto (salvo seja): "e depois de devidamente conversado". Posto isto já consegui chegar onde queria, resta-me portanto só dizer que se há feitios de merda no feminino piores há no masculino! O verdadeiro macho tem que ser convencido a iludir a própria mente...de forma a entrar nesse jogo.
Ps: Era precisamente a resposta que queria. ;)
Cumprimentos.


De ZOT a 15 de Abril de 2008 às 18:08
Acho muito bem que as mulheres também tomem a iniciativa e ataquem quem desejam, até por forma a não haver duvidas sobre os olhares e as insinuações. Como era habitual, havia muito fogo de vista, e por isso a velha maxima "quando a esmola é muita, o pobre desconfia".

Sobre a miufa, qual miufa qual merda! a unica miufa que tenho é a do perigo de contrair doenças sexualmente transmitidas. E claro esta, se ha demasiado oferecimento... e então eu que não concebo fazerem-me um broche com camisa, prefiro que me toquem uma punheta.

De qualquer modo tive azar na epoca em que andava esganado para encontrar marotonas que estivessem dispostas a foder até partir pelo meio. Agora que as ha', boas e sem problemas nenhuns para o afirmarem, os gajos dão-lhes negas. Isto é do caralho!

Cumps


De sissi a 15 de Abril de 2008 às 18:16
Estimado Zot,
portanto se há demasiado oferecimento há doenças. É isso?
Extraordinário...
Cumps


De ZOT a 16 de Abril de 2008 às 10:22
Calma Sissi!
Não é assim tão extraordinario e o filme tão negro, portanto não necessita exagerar. Apenas achei que o tal provérbio da esmola de que falava o rcc, se poderia muito bem aplicar aqui.

De qualquer modo, as tais doenças estão muito relacionadas com a tal miufa de que falava e até com a falta de coragem (de parte a parte) para o "atar e por ao fumeiro" de que se queixava.

Ha uns bons tempos atras, li numa revista masculina de referencia, uma carta impressionante de uma jovem mulher americana desesperada por ter contraido o virus da Sida. Mesmo não sendo ela uma pessoa associada a grupos de risco, ou dada a grandes aventuras de caracter sexual, o azar bateu-lhe à porta, big time. Mas o mais preocupante foi o sentimento de vingança com que afirmou encarar o futuro: "a partir de agora vou oferecer-me a todos os homens que se cruzem no meu caminho e fodelos até mais não", "and you know what? I'm beautiful!"

Eu reconheço que fiquei preocupado com isto, especialmente por ser muito pouco ou nada cauteloso. Como ja disse antes, detesto preservativos.
Até ha' uns tempos atras, quando decidi acalmar e arredar-me das "lides" (até ver), era incapaz de resistir a uma bela mulher. E se elas fossem assim tão disponiveis quanto a Sissi diz ser, eu nunca me perdoaria a mim proprio perder a oportunidade. Por isso...

Cumps


De José a 15 de Abril de 2008 às 18:58
Estive a ler os comentários (debate...) e os homens não gostam de ser "engatados"? Quem disse?!!! Eu gosto e não conheço nenhum que não goste. E estou a referir-me exclusivamente a relações heterosexuais. A liberdade e igualdade passa por isso mesmo: gosta-se da fruta, vai-se lá apanhar. Quando não dá, paciência, mas também quem não arrisca não petista (ou petisca menos) e ainda deve estar para nascer alguém que nunca ouviu não.
Emancipem-se mulheres, porque se não gosto do tipo femininista a igualdade entre os sexos encaixa-me na perfeição.


De Riccardo a 15 de Abril de 2008 às 20:07
Três palavras Zé: Be a man!

Cumprimentos.


De José a 15 de Abril de 2008 às 22:21
Caro Ric'c'ardo
Sei que não conseguiu, mas eu sou um homem, em tudo. A si falta-lhe educação, bom gosto, respeito pela opinião mas, principalmente, inteligência. Deve preencher essa ânsia de masculinidade dessa forma, mas não é o caminho... mas continue.


De carlos a 15 de Abril de 2008 às 20:37
Tudo na vida é regido pela lei da oferta e da procura quando uma mulher se oferece ela esta a dizer que é barata e toda a gente sabe que o barato não presta, é como os homens aqueles que se declaram rapidamente elas rejeitam todo o ser humano gosta de um desafio, e a rejeição é o desafio supremo, Cara Sissy nao estou a dizer para começar a rejeitar o sexo apenas estou a dizer para se nao pode vencer junte. Se à paranoia da mente humana :) ouseja começe a dar-se valor começe a tornar-se mais presa mais GAZELA o homem adora caçar à milhares de anos que é assim esta nos genes nao vai ser numa geração que os genes mudam, torne.se mais cinicamente recatada mais feminina nao quer mas por dentro arde como um vulcão, deixe que o macho a persiga, um homem adorraaaa perseguir uma femea mais ainda penetra-la à canzana depois de uma caçada.. Sissy nao adultere a NATUREZA beijocas fofa ***********


De RR a 15 de Abril de 2008 às 21:40
Vocês estão todos a complicar uma coisa muito simples...


De André a 15 de Abril de 2008 às 21:48
Carlos, estás no blog errado. Atenta bem no "conselho" que deste à sissi (não é com "y"). Está-se para aqui a falar de emancipação feminina e modernismo, e tu qual caveman, vens dizer que o que elas fazem melhor é regredirem uma década, ficarem-se pelo jogo do anda-me-apanhar-se-queres-que eu-não-vou-fazer-mais-que-olhar-para-ti.

Wrong way dude.


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge