Quarta-feira, 1 de Agosto de 2007
Fodas Cegas

Os dias apressados relegaram a calma. As noites cansadas obnubilaram a vontade. As fodas esqueceram a cadência. O novel desejo matou o erotismo. O sexo moderno é cego, surgo e mudo porque não contempla a faceta erótica como catalizadora de um acto que é tudo menos mecânico.

 

Muitas fodas depois, pergunto-me porque razão me é cada vez mais difícil ficar satisfeita.  O que me terá feito sair a meio das últimas duas ocasiões, depois de dadas as indicações e sinais sonoros. «Espera, vou mostrar-te onde é» soa a ofensa aos ouvidos sensíveis de alguns homens. Como se com isto não estivéssemos a contribuir para o bem comum, meu e dele. Não. Reparo, com desprazer, que há homens que estão cada vez mais cheios de si mesmos, que não aceitam indicações nem toleram opiniões.

 

O mais engraçado é que depois, quais anjinhos barrocos, ainda atiram um «mas tu não estás molhada» como se humidade nascesse por combustão espontanêa,. Questionando, retiram-se desse processo com pouco garbo e gentileza. Onde ficam os beijos no meio disto tudo? A curiosidade em descobrir o corpo do outro? Em tocar levemente para permitir sentir? No fundo, onde caralho ficou o erotismo? Claro que se depois de dadas instruções o parceiro insiste em navegar pela faixa da esquerda a quarenta à hora, não me resta senão levantar-me, agradecer i ir-me embora. Já lá vão dois, só nos últimos tempos.

 

E se me perguntarem não receio explicar que em vez de fodas cegas prefiro preliminares de olhos abertos, que opto sempre por um toque intenso a um beijo mal dado e que os meus neurónios ainda lembram o 9 Semanas e Meia com carinho.

 

 



publicado por sissi às 22:07 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Cláudia a 2 de Agosto de 2007 às 00:16
Como te compreendo, há muitos poucos dias fui conhecer a nova aquisição da net ... um alemão alto, como há muito ñ me calhava, como já não há tempo a perder, no segundo dia lá estavamos nós no acto... resta dizer q apesar de óptima pessoa, super atenciosa, evitava os beijos, a mão permanecia por tempo insuficiente. No 1º dia é quase normal não por cá a boca, mas durante os 5 dias em que esta gaja se esforçou e fartou-se de chupar é no mínimo injusto. Ainda me passou pla cabeça q no fim ele ainda ia pagar, porque geralmente nas putas ñ se dá beijos, não se põe lá a boca e quando se vêm podem dormir e cagar pra gaja, mas pra grande surpresa abraçava-me e dormíamos juntinhos toda a noite!!!Apenas no ultimo dia gemi de grande prazer graças à soma de todos os preliminares dos dias passados há mingua e cheia de desejo... Quando nos despedimos, e porque sou uma meçinha magra ainda teve a lata de dizer q às vezes o mau sexo têm a ver com o pouco peso... sem sequer suspeitar q o mau sexo é apenas porque ainda há gajos q como ele ñ se esforçam a ponta... ñ testam as intensidades, ñ metem a boca em fim venha a nós... Resta a boa foda mental... do pequeno almoço na cama, o almoço feito, e na mesa, no fundo para um alemão até fui tratada como uma princesa. Onde o gelo abunda ñ se pode exigir q a temperatura suba a mais de 25º mesmo debaixo do edredão com estas temperaturas elevadas. Mas enfim deu pra soar e pra gemer no último dia...


De smbc a 2 de Agosto de 2007 às 17:51
não te aprecebeste que o gajo te usou e depois descartou-se de ti...daí a frieza. Queria apenas um buraco para entalá-lo. estavas à espera de quê?
Juras de amor eterno? Quem anda à chuva...


De md3320@gmail.com a 16 de Outubro de 2007 às 17:51
Desculpa mas só hoje vi este blog, no entanto gostaria de te dizer que já restam muito poucos de nós... daqueles que realmente sabem dar aquilo que tú tanto ansiavas e anseias, mas para isso é preciso que muitas vezes vocês nao podem reparar só no aspecto físico, devem sim tentar perceber primeiro com quem estão a lidar e só depois partir para a aventur. Por falar em aventura queres viver uma? Com cabeça, tronco e membros? Então entra em contacto md3320@gmail.com


De SYLVIE a 23 de Outubro de 2007 às 15:36
tiveste azar no alemao....hà alemaes bem quentinhos! mesmo para nòs portuguesa :)


De Dream maker a 2 de Agosto de 2007 às 00:44
Princesa:

A única coisa que posso dizer, alteza, é que o sexo não nos satisfaz, quando nos sentimos ocas... mas ocas, não no realismo da palavra e sim, na componente psicológica. É muito triste quando no fim do sexo, vimos que tudo passou tão rápido, que não deixou lembranças, marcas (e não das físicas... ou dessas também, carinhosas ou não consoante o gosto), recordações... é nesse momento que temos de procurar o significado do sexo, ou da nossa existência. Já que sexo e existência é praticamente a mesma coisa. Vivemos para o sexo, e fazemos sexo para mais viverem!

E tenho dito... É só encontrar o caminho para o significado da coisa... mas às vezes o código e a condução é o mais difícil de encontrar...

Boas aulas de código... e boas procuras de caminhos!


De Andreia a 2 de Agosto de 2007 às 00:51
Ainda não percebi muito essa cena da "Foda Cega"


De norte_1970@hotmail.com a 2 de Agosto de 2007 às 10:31
O que me parece é que o problema do mau sexo nunca é singular, muito menos nas fodas segas. Pois, para que a foda sega seja boa tem de haver um clique de ambas as partes.


De Menhir a 2 de Agosto de 2007 às 11:02


Hum... muito interessante o tema.

Eu que já vou nos quarenta e tais, privilegio hoje muito mais, para não dizer apenas, a foda qualitativa em relação á foda quantitativa, mas reconheço que nem sempre fui assim.

Por exemplo, hoje, não me passa pela cabeça, por mais fortuito que seja o encontro, não proporcionar um orgasmo prévio antes sequer da penetração. Isso implica concerteza investimento nos preliminares, na criação de uma atmosfera erótica, e sem duvida alguma saber “onde é” e saber como persistir . A recompensa vale por si só, é a entrega total e a superação, os tais orgasmos múltiplos e a partilha do êxtase.

Provavelmente trata-se da evolução de uma perspectiva egoísta do prazer sexual tal como a retrata, para uma perspectiva de altruísmo reciproco tal como a deseja (que não deixa de ser egoísta – dar para receber).

Mas sem dúvida que a nossa cultura cada vez mais centrada no indivíduo, não fazendo o contraponto, nos empurrou para a análise que faz neste post, tiro-lhe o meu chapéu Sissi.

Bjs e Cmp.


De Duarte a 2 de Agosto de 2007 às 11:32
Fodas cegas? Não há um foda-radar que funcione premonitoriamente? A disponibilidade e o savoir faire de cada um não se aprende, por mais que se pense que sim: é instintivo. Ou está lá, ou não. E não adianta tentar aprender em filmes ou no que quer que seja. Para mim, que vou na doçura dos 40, nada é melhor do que satisfazer uma mulher com calma, sem pressas.


De Mrs. jones a 2 de Agosto de 2007 às 12:04
Bom dia.

Quer-me cá parecer que o sexo é cego, surdo e mudo porque cada vez mais – nesta era que a minha avózinha dizia ser o final dos tempos – as pessoas se tornam a cada dia mais cegas, surdas e mudas, no casulo autista do seu mundinho interior… e cada vez mais raramente – por incapacidade ou vontade própria – saem à rua para ver os outros.

Vivem naquele espacinho pequenino dentro de si próprias, como naquela história do rapaz da bolha… e quando fazem pequenas incursões nos espacinhos dos outros, são apenas curtas (quanto mais curtas, mais seguras) viagens prospectivas, no sentido de averiguar em que é que o outro pode, de alguma forma, ser útil.

E se é assim, cada vez mais, nas relações sociais e afectivas, faz todo o sentido que o seja no sexo também.

A solução, digo eu, que também não percebo grande coisa, deve estar algures na pré-selecção.

O parceiro que procuro é aquele que me toca antes de me tocar. Aquele que quando lá chegamos já me encontra molhada – e sim, podemos chamar-lhe por “combustão espontânea”… Tem a ver com o erotismo, claro. Os olhares, os gestos, o jogo de sedução, a expressão de intenções…

E depois, tem tudo a ver com a generosidade. Porque a generosidade é o reconhecimento da presença do outro. É o sinal de que somos MESMO dois e que nos vemos mutuamente. Para que ele possa dizer “já estás tão molhadinha”. E para que eu possa responder “ o mérito não é meu”.

Não é tudo. Mas é um bom começo.

Beijos pra todos.


De Atlântida a 7 de Agosto de 2007 às 12:28
Subscrevo!! ... Mas acrescento: Por vezes (raras, muito raras, felizmente!), depois da "combustão espontânea", vem o enorme balde de água fria, perdão, de gelo! Até dói... Desilusão!! Aí, o pensamento é só um... acabar rápido, muito rápido... tipo pesadelo, em que, quando acordamos, já esquecemos alguns detalhes e, passado uns dias, já só parece um filme desfocado! Ufff! O meu lema: antes só, que mal acompanhada!


De João a 2 de Agosto de 2007 às 13:10
Tens tido azar com os gajos que apanhaste. Mas também há gajas que criam esse ambiente das "fodas cegas". Apresento aqui a minha queixa formal porque há gajas que ainda não perceberam os milagres de uma linguazinha a passar devagarinho pelo corpo todo...


De Anónimo a 2 de Agosto de 2007 às 15:06
Ah pois é bébé !
As gerações do peace & love" já estão muito lá para trás! A vossa geração está noutra, e essa outra implica muitos sacrifícios para se manterem todos(as) na moda, esquecendo-se que existem os sentimentos e afins.....
Cuida-te e escolhe homens para ires para a cama (se continuares a escolher "fotos" vais continuar a sair frustada).
Beijos (que é o que na realidade estás a precisar)


De jota p a 2 de Agosto de 2007 às 15:43
fodas cegas...e para mim, que comecei nestas andanças ha pouco tempo, estranho este conceito de fodas cegas.para mim antes do meu prazer esta o prazer da companheira.ha algo melhor q ouvir o seu gemido?ou ver a sua cara de satisfaçao enquanto se contorce completamente?para mim nao...descobrir aqueles "hotspots" nela acho q e essencial.porque se queremos tirar dela uma boa foda pa nos, tambem e preciso dar-lhe uma boa foda a ela...quanto mais nao seja para que no futuro ela queira repetir a dose...ah e como e bom quando ela pede para repetir...


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge