Quarta-feira, 4 de Julho de 2007
Historinhas de Encantar ou Na Rússia é que se está bem!
Russian women keen to snare their very own oligarch and live wealthily ever after have been thrown a lifeline with the publication of a female gold-diggers' manual telling them how to get their man.

The tongue-in-cheek tome, entitled Married to a Millionaire or Marriage of a Higher Sort, has been written by the country's brashest "It" girl and a well-known society novelist specialising in lifting the lid on the lives of Russia's super-rich.

Though the book is written in a light-hearted style, it is designed to appeal to millions of young girls looking for their "Prince Charming" in a country where the gap between the haves and have-nots is staggering and growing wider by the day.

"There are enough oligarchs in Russia to go round!" its back-cover screams. "Your equipment: a smile, a sense of humour, optimism and fervour. Marry a Prince? It's easy."

The manual, which begins by wishing its readers "Happy Hunting!" has been written by the endlessly self-promoting socialite Ksenia Sobchak, a self-styled Russian Paris Hilton figure, and Oksana Robsky, who has already made a name for herself writing semi-autobiographical accounts of her rich friends and wealthy former husbands.

The book comes with a large health warning, reflecting the fact that many marriages to oligarchs apparently end in bitter divorces. In fact, the glamorous duo begin by urging readers to assume at the outset that if they do manage to marry an oligarch (and they admit that the odds are not in your favour) the chances are that the union will end in divorce. Better, they say grimly and perhaps with a nod to Irina Abramovich, to start planning for life after marriage on the wedding day itself.

Accumulating as much expensive jewellery at your husband's expense is one of their tips as is starting up your own business while the marriage is still intact - using your husband's money, of course.

"If you're dreaming of great love, an oligarch is the last person you need," the manual wisely advises. "You need an oligarch if you're dreaming of money, big money." In fact, if you are what they call "a good girl" and want to live happily and comfortably, they suggest marrying a man from the "up middle class", whom they suggest will have fewer psychological flaws than an oligarch, but whose wallet can be just as accommodating.

The two authors, who are pictured on the front cover in risqué evening dresses toting machine guns, go on to compare oligarchs to wild animals likening them, according to their personality, to different species from bears to bucks.

They reveal various ruses with which to persuade your oligarch to buy you expensive presents such as pretending you have lost your luggage for weekends away by bribing airline staff to orchestrate its temporary disappearance.


Any oligarch worth his borscht will immediately offer to buy you a new wardrobe, the writers claim. Ironically, when it comes to living happily ever after, the authors admit that their credentials are mixed, since Robsky has been thrice unhappily married while Sobchak has never been married.


Notícia do The Independent, numa data que não me lembro. Lamento.

publicado por sissi às 20:12 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De jp a 4 de Julho de 2007 às 21:05
bem...umas safam-se com o dinheiro das vendas...enquanto as outras se tentam safar com o que la vem escrito!tudo bem... =)


De Luna a 5 de Julho de 2007 às 09:41
Será que a nossa princesa vai seguir os conselhos do livro para encontrar o seu Principe?

Bjs


De Luna a 5 de Julho de 2007 às 10:01
Ou será que vai até à Rússia dar uma espiadela aos russos?

Bjs


De Xena a 5 de Julho de 2007 às 10:50
Bom dia Sissi,

Ora aí está uma boa imagem das mulheres russas, com a qual concordo "quase" plenamente com conhecimento de causa.
Visitei esse país capitalista (repleto de Hummers, Mcdonald's e ipods) duas vezes em 2006 em privei com russos e russas da classe média e allta. Privei profissionalmente e em lazer quando de repente me convidaram para passar uns dias numas das suas casinhas de campo bem lá no Norte, numa floresta densa junto à praia... Não pude montar os seus cavalos nem acompanha-los no vodka pois já estava prenha em ambas as visitas:( mas tornou-se inesquecível ver o pôr do sol à 1a.m. na praia :)
Anyway... Não há russos gordos e muito menos russas gordas. Isto já não se deve à fome mas a uma tentativa visivelmente desesperada de todas as raparigas se casarem com gajos com dinheiro (preferencialmente ocidentais) ou tornarem-se modelos famosas e assim poderem pirar-se do seu país. Isto foi observado por moi mas também confirmado pelos próprios russos. E são quase todas lindas, intruídas (não necessariamente cultas) elegantes, altas, loiras de olhos azuis. Claro que me senti uma nódoa no meio daquelas mulheres, principalmente com uma bela barriga!

O grande problema aqui coloca-se na falta de glamour das meninas: A Rússia ainda não teve tempo de filtrar o que chega do exterior e consome tudo sem filtros culturais. Ou seja, a ideia de moda é algo que não está ainda consilidado e resulta, por consequência, na maior bimbalhice à face da Terra :( Elas são lindas sim, mas usam roupas justas, com muitas cores e brilhantes e quase sempre sapatos de tacão (vulgo stripper). Um pouco como as russas "de cá".

Portanto, o livro referido é interessante, mas tornar-se-à mais interessante daqui as uns vinte anitos, quando a cultura russa se aproximar mais da cultura ocidental... um bocado como nós no pós 25 de abril ;)

ps. desculpe-me se me alonguei demais mas olhe, curto russos!
beijos & vénias


De sissi a 5 de Julho de 2007 às 11:15
Querida Xena,
a minha querida nunca se alonga, demora-se. É diferente. Excelente input. Gracias.

Pois eu, minha querida Sol, não tenho método para procurar o meu príncipe até porque não o procuro. Ele é que andará, certamente, à minha procura. O que quero, e assumo novamente, é alguém que pague as contas da casa para que eu posso preocupar-me em pagar apenas as minhas. Simples. Não sou russa mas glamour não me falta! :-)

Bjs darlings


De Mrs. Jones a 5 de Julho de 2007 às 13:15
Pois não é que a ideia veio para ficar???

Naaaaaaahhh, continuo céptica...
Beijos.


De Luna a 5 de Julho de 2007 às 13:57
Para ficar dúvido e muito, mas que ainda há e sempre haverão cabecinhas destas em Portugal e em todo o mundo, disso não há dúvidas. Não tanto pelo motivo mencionado pela Xena mas para não fazerem mais nada na vida e mostrarem às classes mais baixas que podem.

Bjs


De Menhir a 5 de Julho de 2007 às 13:59
e não é que o tal príncipe tem de ser...vejamos...aristocrático, sensível, com sentido de humor, ter uma profissão adequada (actor por exemplo, informático não serve), na faixa etária preestabelecida, performante no sexo (suponho), isto sem contar com outras miudências tipo ser do Sporting, mas acima de tudo ter grana, pasta, papel...
...não é que apenas consigo corresponder a dois ou três destes atributos... haverá alguém que faça o pleno?

Bjs e Cmp.


De Feel a 5 de Julho de 2007 às 14:53
Eu que ansiava pela célebre ideologia do trago. Deparo-me com isto...
Não sei se sou eu que estou mal - nem fazia ideia que estes pensamentos por aqui deambulassem em tamanha escala - mas não me resta outra atitude que vilipendiar qualquer ideologia que fomente o parasitismo e o automatismo matrimonial em detrimento do "calor" e das "pulsações cardíacas".
Mas isto sou eu que talvez ainda não seja suficientemente velho para não acreditar no amor(!) e até acho que o dinheiro só vale exactamente o que vale...


Comentar post

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge