Quarta-feira, 9 de Maio de 2007
Sissi Responde - A Dor
Há emails que chegam ao Sissi Responde que por uma questão de pudor e respeito, mesmo quando autorizada para tal, não me atrevo a publicar aqui pelo sofrimento que os impregnam. Esta é uma delas, da qual publicarei estas frases que vos mostro, e cuja resposta servirá para todas aquelas que são enviadas com o mesmo conteúdo e a mesma pergunta.

O amor da minha vida decidiu que eu não sou a mulher da vida dele. Sinto-me morta por dentro.

Súbdita Devidamente Identificada

Estimada Súbdita

Por mais estranho que possa pensar, Sissi é uma princesa mas é, antes de mais, uma mulher. E é como mulher que lhe digo que não há forma de atenuar o sofrimento que agora sente. Não há comprimidos, poções mágicas ou feitiçarias – para usar uma linguagem que conhece...- que faça desaparecer essa dor que a trespassa. Quando amamos muito alguém queremos com a mesma força que ela fique connosco no «felizes para sempre» ideia na qual, especialmente nós, mulheres, fomos formatadas. É legítimo que todos nós queiramos alguém à nossa medida, com tudo aquilo que gostamos e descartando o que nos aborrece ou nos deixa inseguros. Mas isso é, com a mesma força, igualmente infantil e impossível. A dor é uma etapa que não pode eliminar, sob pena de nunca crescer por dentro. Sim, que não é na felicidade que vamos mais longe. Nem no esquecimento ou na mentira. É sofrendo e errando. Aproveite a tristeza que tem entre mãos e estruture-se. Tome conta de si, mime-se. Rodeie-se de pessoas positivas e abra-se para o mundo. E se fraquejar e lhe apetecer dizer ao seu amor que ele ainda é o seu amor, desde que não de uma forma constante e patológica (e digo-o por si, entenda...), não se culpe. Isso não é uma forma de fraqueza mas de força. Sim, é preciso ser forte para assumirmos o afecto quando ele não é retribuído ou é esconso. Mas pense nisso como um caminho, como uma etapa que não poderá nunca queimar porque, feliz ou infelizmente, ainda não existem manuais sobre como lidar com as separações. Quanto à questão que me coloca – se acha que ele vai voltar para si – eu devolvo-lhe outra: será que você vai querer voltar para ele? Acredito que isto agora não lhe faça sentido, mas se pensar mais em si e menos nele a coisa ameniza... A única garantia que lhe dou é que passa...o tempo cura tudo...e que depois de passar você estará outra. Basta que para isso se dê mais valor, olhe para dentro de si e repita, todos os dias, várias vezes ao dia: Eu sou grelame do melhor!

PS. Este Consultório foi, talvez, «demasiado consultório» mas impunha-se. Os mails de gente magoada chegam às carradas...


Disclaimer: Este consultório não é profissional, como imaginam. Aqui não se resolvem problemas, conversam-se. O que terá apenas a importância que cada um de nós lhe der. As questões serão respondidas por ordem de chegada, todas as quintas-feiras. Missivas para aqui: sissiresponde@yahoo.com

publicado por sissi às 23:25 | link do post | adicionar aos favoritos

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

 
livro

livro
Sex Bomb - O terceiro livro Download gratuito

livro

livro

livro Correio da Princesa
jukebox
Jazzanova - No Use

videos



arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

subscrever rss

badge